HISTÓRIAS DE CADU: Paixão, Prazer e pecado (FINAL)


Click to Download this video!


Terminamos o banho e fui ligar para o Frank. Nildo foi embora e eles chegaram.
Meu pai, na maior cara de pau disse ao Berg:
_ Ih! Rapaz... primeiro dia de casado e já está assim? Sai... Diz que vai bem ali e quase não volta?!
Berg, todo errado explica:
_ Culpa do Frank que...
Meu pai corta:
_ Venha cá, Berg... – levando-o para um canto – você é ainda jovem e com o tempo e observando o comportamento dos mais vividos, ou mesmo através dos seus tropeços você vai aprender e amadurecer! Agora, eu estava só brincando, mas já que você tomou uma atitude... vamos dizer... imatura, eu acho que é uma oportunidade de te ensinar!
_ O que foi que eu fiz?
_ Você já estava atribuindo uma culpa jogada a você ao Frank. Você não tem que fugir de nenhuma responsabilidade, se apoiando em ninguém. Se era a hora de estar aqui, mas o Frank queria continuar lá, você ou deveria ter voltado só, ou ter ligado dando uma satisfação! Se você não faz isso – que se chama consideração – você automaticamente dá ao outro a liberdade de fazer também!
_ O senhor tem razão!
_ Mas eu só estou aproveitando essa oportunidade. Pois eu sei que o Cadu mesmo deu sinal verde para resolverem o que precisassem sem tempo para voltar, entende? Não leve como uma bronca! Eu nunca me meterei entre vocês, a não ser que eu seja chamado! Só quero ajudar para que vocês sejam felizes... Tá? Me dá um abraço! Estou feliz por vocês quatro!!
Frank nos chamou e anunciou:
_ É o seguinte: Eu deixei vocês lá em casa e fui até a igreja...
_ Fazer o quê amor?
_ Anular o casamento!
[Gargalhadas]


_ Calma mulher! Calma! Fui tirar uma dúvida com o pároco e ele me deu uma maravilhosa notícia! E a partir desta notícia, tendo em vista que os pais do Berg não poderão ser mais meus padrinhos...
[Suspense]
_ Quero convidar Cadu e Berg para serem meus padrinhos!
Minha irmã:
_ E pode Frank? Dois homens?
_ Pode! O pároco disse que não é obrigado serem nem casal... e nem casados! Podem ser dois homens, duas mulheres...
[Risos]
_ Aceitam?
_ Claro, cunhadinho!
_ Lógico, amigo velho!
Meu pai:
_ Oh família louca!
Pulávamos, gritávamos e nos abraçávamos feito crianças...
**
QUATRO DIAS DEPOIS

**
Desde a chegada do Berg passamos a dormir na sala, provisoriamente, até o casamento de minha irmã. Faltavam dois dias para o tão aguardado enlace, que iria acontecer no sítio dos pais de Frank.
Acordamos cedo e saímos, eu e Berg, para provar nossos ternos. Não deixamos que ninguém desse palpite, mesmo por que, tínhamos nossos desejos que manteríamos só entre nós. Passamos a manhã e a tarde inteira resolvendo essas coisas, mas deu tudo certo.
Voltamos e ninguém estava em casa. Vimos algumas coisas desarrumadas pela sala... papéis e papelões caídos pela escada...
_ Um furacão passou por aqui, Cadu?
_ Não... Deve ter sido a mudança da mana! Depois teremos que dar um jeitinho no quarto dela! Agora será nosso!
Fomos subindo e senti cheiro de tinta ao passar pela porta do quarto dela. Empurrei a porta. Quase tive um treco!
_ Caracas, Berg! Não é possível! Como conseguiram fazer isso tudo numa rapidez dessas!
_ Bicho! [...] Olha Cadu... Tem um bilhete!

**
“ERA O MÍNIMO QUE EU PODIA FAZER! ESPERO QUE GOSTEM DA SURPRESA! DESEJO FELICIDADES!
*
DO PAI E SOGRO... OLAVO!
P.S. Isso só foi possível com a ajuda de muita gente, inclusive uma pessoa que mandamos seguir vocês e nos informar cada passo que vocês davam. No fim... Saiu a contento. Eu acho!”

**
Seu Olavo tinha mandado pintar o quarto. Retiraram os móveis da minha irmã e lá havia uma cama de casal com dois criados mudos, um guarda-roupas, uma escrivaninha, uma mesinha com uma TV . Tudo decorado em tons de azul e branco. Já arrumado... Um quadro sobre a cama com uma imagem em que eu e Berg aparecíamos abraçados e felizes – que Frank havia tirado há poucos dias, com o seu celular... Até nossas roupas já estavam no guarda-roupas.
Ficamos radiantes! E já fomos nos arrumar para o casamento que seria logo mais.
Estávamos no banho e meu pai chegou. Bateu à porta:
_ Gostaram do presente?
_ Adoramos, pai!
_ O senhor estava sabendo? Meu pai já tinha planejado com o senhor?
_ Tinha! Era pra ter sido ontem, mas vocês não saíram de casa! [Risos] Mandei dois mecânicos para ajudar... Os móveis estavam guardados na oficina... Até que foi rápido! Ficou bonito, não?!
_ Lindo demais!
_ Terminem... Preciso me arrumar também!

**
NO SÍTIO...

**

Assim que chegamos com meu pai e o Nildo, Frank veio falar conosco:
_ Puta que pariu! Que casal bonito vocês estão! Vão chamar mais atenção que os noivos!
Eu estava com um terno num tom cinza bem claro, quase água, com a camisa interna branca, contrastando com a gravata num verde lodo bem claro também. Berg vestia um terno grafite, com a camisa interna também branca riscada e uma gravata num cinza, cuja tonalidade ficava entre o grafite do seu terno e o cinza claro do meu. Ambos os ternos eram de cortes modernos e de caimentos perfeitos em nossos corpos. Os sapatos eram pretos mas de modelos diferentes, embora sociais!
Para nossa surpresa, os velhos amigos de Berg vieram nos cumprimentar e não mostraram nenhuma atitude de rejeição.
Tudo estava lindo! Quando meu pai foi buscar minha irmã e nos posicionamos no altar, eu e Berg chamamos a atenção. Mas houve outra surpresa. Quando o padre mandou que eles trocassem as alianças, seu Olavo, discretamente, entregou ao Berg uma caixinha e ele abriu: eram duas alianças! Eu tremi. Meu pai riu. Meio escondido, Berg colocou uma em minha mão e eu coloquei na mão dele. Depois, na frente de todo mundo, nos beijamos.
Seu Olavo veio até nós, pôs as mãos sobre nossas cabeças:
_ Eu os abençôo!
E meu pai fez o mesmo!
_ Eu os abençôo e desejo muito crescimento!
Eu, Berg, minha irmã e Frank nos abraçamos e rimos muito!
Na hora do bolo, eles tiraram fotos e minha irmã chamou o fotógrafo.
_ Moço, só um minuto, antes de partir o bolo, quero que tire uma foto de meu irmão e Berg... sozinhos.
Ficamos posicionados...
_ Esperem!
Minha irmã tirou o casal de noivos do alto do bolo e colocou um casal de dois rapazes...
_ Pronto! Pode registrar esse momento para a posteridade!
Eu e Berg nos beijamos e todos aplaudiram!
Dado início à festa foi aquele festival de abraça daqui, beija dali, felicita dacolá... e a bebedeira ia comendo solta... O Berg acabou se entrosando com os colegas dele e eu fiquei mais para o lado de dar atenção aos convidados da minha irmã. Eu estava adorando aquele clima de casamento, ainda mais sabendo que, de certa forma, aquela festa estava sendo minha também.
De repente, Frank chega do meu lado e diz:
_ Como é que vai ser o lance entre vocês... fidelidade?
_ Frank... Não me faça pergunta difícil numa hora dessas!
_ Ainda bem que você é cuca fresca! [Risos]
_ Por quê?
_ Cadê o Berg?
_ Sei lá! Já está me traindo?
_ Eu vi ele saindo de fininho com aquele brother que fazia parte do nosso grupo, mas foi pro Rio... Saca?
_ Sei...
_ Mas, fica frio... Você sabe que não vai ser fiel também!
_ E não vou mesmo!
_ Quer curtir também?
_ Quem é?
_ Olha ali... perto do papai...
_ Qual deles? O de blazer azul marinho? Quem é?
_ Gostou? É meu tio... casado. A família está toda aqui!
_ Quero!
_ Vai lá pros fundos do sítio... Eu mando ele ir lá e dou cobertura! Pode ficar no relax... Eu garanto!
_ Mas ali, Frank... A gente vai se sujar!
_ Então sobe! Agora! Quando ele subir eu tranco e fico com a chave... Quando acabar, dá um toque pro meu celular...
_ Fui!
Em menos de dez minutos o cara subiu. Eu já estava de cuecas...
_ Quando meu irmão me falou das suas proezas, fiquei de pau duro! Não tenho experiências com homens, mas um assim, cheio de referências, ainda mais sendo casadinho... deu tesão!
_ Você pode não ter experiências com gays, mas tem tudo para fazer um urrar de prazer! Vem... Quero que minha noite de núpcias comece com um machão... [Risos]
_ Sente aqui meu presente!
_ Ahhhhhhhhhhhh...! Tira logo essa roupa!
Ele foi tirando a parte de cima e eu fui adiantando as peças de baixo... Quando abaixei a calça junto com a cueca, a rola enorme e super grossa pulou na minha cara...
_ Chupa, safado! Vou fazer dessa noite... inesquecível!
Comecei pelos ovos...
_ Ohhhhhhhhhhhhhhh...! Chupa meus bagos! Ohhhhhhhhhhhh...!
Alisava suas pernas peludas, seu abdômen e seu tórax também peludos. Segurei sua pica com força. Ele tomou e deu umas pancadas na minha cara!
_ Vai começar o casamento como puta? Quer que eu te faça puta?
_ Quero!
_ Lambe minhas virilhas... Isssssssssssssssss...! Lambe! Ohhhhhhhhhhhhh...! A outra, agora! Issssssssssss...!
_ Ahhhhhhhhhhh...! Delícia! Ahhhhhhhhhhhhhh...! Levanta essa perna! Hummmm...! Cuzinho cabeludo!
_ Quer chupar meu cu?
Virou-se de costas e abriu a bunda...
_ Lambe! Safado! Issssssssssssssssssss...! Isso! Mete a língua! Issssssssssssssssssssss...!
_ Hummm...! Hummm...! Hummm...! Hummm...! Hummm...! Cu gostoso! Abre mais! Hummm...! Hummm...! Hummm...! Hummm...! Hummm...! Hummm...!
_ Mete a língua! Sente o gosto do meu cu! Issssssssssssssss...! Agora engole minha rola por trás!
Ele passou o cacete entre as pernas e eu chupava, ora o cu, ora a rola...
_ Agora fica em pé!
Eu fiquei na sua frente, ele me girou e de cabeça para baixo, eu chupava sua rola e ele lambia meu cu... e enfiava um, dois, três dedos... Até que não agüentei mais!
_ Mete esse cacete no meu rabo!
_ Faca apoiado na parede!
Ele se abaixou, deu uma cuspida no meu cu e mirou a rola. Ele dei uma reboladinha para deixar no ponto... Empinei...
_ Mete de uma vez!
_ Tem certeza?!
_ Mete, porra!
_ Toma!
_ Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh...! Delícia!
_ Você é melhor que eu pensava!
_ Agora fode com tudo!
_ Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Que cu massa! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...!
_ Hummm...! Hummm...! Hummm...! Hummm...! Hummm...! Hummm...! Hummm...! Hummm...! Hummm...! Hummm...! Hummm...! Hummm...! Hummm...! Mais forte!
_ Ahhh...! Gosta de rola, heim!!! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...!
_ Hummm...! Hummm...! Hummm...! Hummm...! Isso! Arrebenta! Hummm...! Hummm...! Hummm...!
_ Ahhh...! Vou gozar! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...!
_ Hummm...! Hummm...! Na minha boca! Hummm...! Hummm...! Hummm...! Vou gozar contigo!
_ Abre a boca, safado! Issssssssssssssssssssss...! Ohhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh...!
_ Ahhhrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr...! Delícia! Ahhrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr...!
_ Cara! Foi a melhor trepada da minha vida!
_ Que bom! Vamos... Vou chamar o Frank!
_ Quando a gente volta a se ver?
_ Eu sou casado! E você também! Coisas assim... Só quando o acaso determinar!
Ele se vestiu. Eu também... Descemos.
Berg me procurando... me achou na cozinha.
_ Cadu, onde você estava... rodei o sítio todo!
_ Te procurando!
_ Eu estava ali batendo um papo com um cara que era da minha turma... Ele estava me contando que, depois que foi embora, se descobriu bi! [Risos]
_ Foi?! Nossa!
Frank chegou:
_ Meninos... Bomba! Bomba! Bomba!
_ Eu entendi Pomba! Pomba! Pomba! [...] Fala cretino!
_ Cadu, eu e sua irmão... você e o Berg... acabamos de ganhar um final de semana com tudo pago em Fernando de Noronha! Nossa Lua de Mel!
_ Ai! Quem está patrocinando?
Frank riu...
_ Aquele meu tio! O que eu acabei de te apresentar!
_ Hummm...!
Berg disse:
_ Porra! Maneiro! Vou contar pro pai!
Enquanto Berg corria em direção ao meu sogro, Frank me deu uma pinada...
_ Ele disse que nunca comeu um cu melhor que o seu... Mas lá na Lua de Mel... esse cuzinho vai ser meu... não vai?
[Risos]

**

Por isso que eu sustento até hoje:
NUNCA DEI O MEU CU! SÓ EMPRESTEI...!

F * I * M

Foto 1 do Conto erotico: HISTÓRIAS DE CADU: Paixão, Prazer e pecado (FINAL)


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


11920 - HISTÓRIAS DE CADU: Paixão, Prazer e Pecado 01 - Categoria: Gays - Votos: 10
11963 - HISTÓRIAS DE CADU: Paixão, Prazer e Pecado 02 - Categoria: Gays - Votos: 7
12002 - HISTÓRIAS DE CADU: Paixão, Prazer e Pecado 03 - Categoria: Gays - Votos: 6
12016 - HISTÓRIAS DE CADU: Paixão, Prazer e Pecado 04 - Categoria: Gays - Votos: 7
12033 - HISTÓRIAS DE CADU: Paixão, Prazer e Pecado 05 - Categoria: Gays - Votos: 6
12059 - HISTÓRIAS DE CADU: Paixão, Prazer e Pecado 06 - Categoria: Gays - Votos: 6
12076 - HISTÓRIAS DE CADU: Paixão, Prazer e Pecado 07 - Categoria: Gays - Votos: 5
12148 - HISTÓRIAS DE CADU: Paixão, Prazer e Pecado 08 - Categoria: Gays - Votos: 5
12154 - HISTÓRIAS DE CADU: Paixão, Prazer e Pecado 09 - Categoria: Gays - Votos: 4
12191 - HISTÓRIAS DE CADU: Paixão, Prazer e Pecado 10 - Categoria: Gays - Votos: 7
12235 - Quem quiser que atire a primeira pedra! - Categoria: Gays - Votos: 2
12249 - UMA SURPRESA DE NATAL - Categoria: Gays - Votos: 3
12279 - COMO COMER O CU DE UM HÉTERO PEGADOR - Categoria: Gays - Votos: 10
12331 - Mestre Picasso ou pica de aço do mestre de obras - Categoria: Gays - Votos: 5
12352 - TIRE A ROLA DO CU DO MEU MARIDO, IMEDIATAMENTE! 1 - Categoria: Gays - Votos: 6
12353 - TIRE A ROLA DO CU DO MEU MARIDO, IMEDIATAMENTE! 2 - Categoria: Gays - Votos: 3
12385 - "BULLYING" COM O CU SE PAGA 01 - Categoria: Gays - Votos: 3
12386 - "BULLYING" COM O CU SE PAGA 02 - Categoria: Gays - Votos: 2
12417 - "BULLYING" COM O CU SE PAGA 02 (Continuação) - Categoria: Gays - Votos: 1
12448 - O GALO, A GULA E A GALA... AGORA! 01 - Categoria: Gays - Votos: 3
12459 - O GALO, A GULA E A GALA... AGORA! 02 - Categoria: Gays - Votos: 2
12473 - O CU É MEU... DOU PRA QUEM EU QUISER! - Categoria: Incesto - Votos: 7
12474 - O GALO, A GULA E A GALA... AGORA! 03 - Categoria: Gays - Votos: 3
12493 - BOBEOU? TOMEI O MACHO DA MINHA TIA, NA MORAL! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
12506 - COMO UM PAI ENTENDE O FILHO GAY? - Categoria: Gays - Votos: 15
12549 - PAINHO: DELÍCIA DO MAR 01 - Categoria: Incesto - Votos: 11
12559 - QUE PUTARIA É ESSA AQUI, HEIM? 01 de 02 - Categoria: Incesto - Votos: 4
12587 - A TROZOBA DE PAPAI ATOLADA NO MEU BOGA... ADORO! 1 - Categoria: Incesto - Votos: 18
12606 - PAINHO: DELÍCIA DO MAR 02 - Categoria: Incesto - Votos: 12
12607 - Ahhh! Isso, titio! Arromba meu cuzinho! Ahhh...! - Categoria: Incesto - Votos: 12
12640 - Ahhh! Isso, titio! Arromba meu cuzinho! Ahhh...! 2 - Categoria: Incesto - Votos: 6
12684 - AULA? EU QUERO É ROLA, PROFESSOR! - Categoria: Gays - Votos: 10
12687 - PAINHO: DELÍCIA DO MAR 02 CONTINUAÇÃO - Categoria: Incesto - Votos: 4
12763 - O FLAGRA! 01 - Categoria: Gays - Votos: 5
12776 - O TENENTE CORONEL PRECISOU FLAGRAR PARA DESCOBRIR - Categoria: Incesto - Votos: 8
12794 - INSENSATO CORAÇÃO: A VERDADE SOBRE LÉO! - Categoria: Fetiches - Votos: 3
12857 - UM FUSCA 74 POR AQUELE CABAÇO - Categoria: Gays - Votos: 6
12874 - O PRÊMIO: MEU CUZINHO! - Categoria: Incesto - Votos: 7
12947 - PACTO ENTRE POLICIAIS - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 11
12955 - QUE PUTARIA É ESSA AQUI, HEIM? 02 de 02 - Categoria: Incesto - Votos: 7
12984 - HISTÓRIAS DE CADU: Paixão, Prazer e pecado (11) - Categoria: Gays - Votos: 6
12985 - HISTÓRIAS DE CADU: Paixão, Prazer e pecado (12) - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 6
13211 - HISTÓRIAS DE CADU: Paixão, Prazer e pecado (13) - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 6
13212 - HISTÓRIAS DE CADU: Paixão, Prazer e pecado (14) - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 6
13315 - COISA BOA É ROLA DE PADRASTO! HUMMM...! - Categoria: Incesto - Votos: 10
13361 - E AGORA? ACABO A PUTARIA OU PARTICIPO DELA? - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 2
13427 - COMO COMER O CU DE UM HÉTERO PRECONCEITUOSO - Categoria: Gays - Votos: 4
13434 - QUE ROLA GOSTOSA, PAIZINHO! HUMMM...! - Categoria: Incesto - Votos: 8
13460 - O CRENTE QUERIA QUE EU ME ENTREGASSE... CONSEGUIU! - Categoria: Gays - Votos: 6
13526 - MELHOR NEM SABER, PAI! - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 5
13570 - NO SHOPPING, NA VILA, NO MATO (3 MINI-CONTOS) - Categoria: Gays - Votos: 3
13709 - PAINHO: DELÍCIA DO MAR 03 - Categoria: Gays - Votos: 5
13710 - PAINHO: DELÍCIA DO MAR 04 - Categoria: Gays - Votos: 5
13759 - PAINHO: DELÍCIA DO MAR 05 - DESFECHO - Categoria: Gays - Votos: 6
21469 - QUE "PREGO" GOSTOSO - Categoria: Gays - Votos: 9
21725 - NO DESESPERO... ENCONTREI O PRAZER! - Categoria: Gays - Votos: 12

Ficha do conto

Foto Perfil g froizz
gutofroizz

Nome do conto:
HISTÓRIAS DE CADU: Paixão, Prazer e pecado (FINAL)

Codigo do conto:
13213

Categoria:
Grupal e Orgias

Data da Publicação:
26/07/2011

Quant.de Votos:
9

Quant.de Fotos:
1


Online porn video at mobile phone


A esposa "pagou" o serviço de outra maneiravizinho 40tao contos gaycorno tomando porra contosprimeira vez contoseroticos gayheterosexuais sograconto erotico meu filho e outros amigosconto erotico homenageando esposaconto erotico de novinhocontozoofiliaquadrinhoMeu corninho gosta de ver sua mulher espetada numa picona pretacontos eroticos com negao levando casada no cinema pornoconto eróticopaucontos gay uberMeu enteado negro dotado. Conto hetersexual.contos erotico pai e mãecontos erótico baianinhasimpsons xxx bebadaconto erotico andandoconto erotico meu padrasto e hiperdotadoconto sobre cunhada crente e safada dando o cuzinhopornohup irmaos novinho virgemseios bonitos peladosxana cazeira piludavirei mulher do meu pai contos pornoconto erotico dei em cima do meu alunocasa dos contos eróticos de coroas maduros motoristaconto foder caralho pequenocontos erotico casada com dois fantasiacontos de incesto com fotoContos eroticos dei a buceta para o meu empregadocontos eroticos pai e filhinha dengosaconto erotico 18 anosquadrinho porno gay simpsoncontos eróticos sobrinha senta no colo do tio e fica exitadavideos mulher e empinotizada para fazer sexoquadrinhos de desenho pornofilme hental amigo do meu filho negraoTio indo no parquinho com as sobrinhas curiosas contos eroticosconto erótico com o papaiconto eu arrombei a buceta da minha sografilhinha querendo dar uma c****** no pinto do pailer contos eróticos de xoxotinha e rolinhas virgemconto trepando genrogay gemendo e apertando colchao com forca sendo estrupado pornofiquei sozinha na casa do titio e provoquei ele sem calcinha pornocontos eroticos meu irmao tirou minha virgindade na marraContos de corno amigo dopadoo amigo negro do meu filho desenho enthai erotico em quadrinhoconto erotico gay -O dia que eu ne ebtreguei ao meu paicontos eroticosEu sempre eu levo minha irma no meu carro pro motel ela sempre ela raspa sua buceta pra eu fuder ela conto eroticopesquizar massagens peladas na pescinaacordando a entiada pra fudelaporno moz filho fica marido da sua mae engravida seperado seu irmaocontos eróticos gay virei buchinhacorno de caminhoneiro contoscontos eroticos filha abusada por eletricistacontos eróticos lesbicos Edna e SôniaMinha esposa fudendo com dois marido brexando historiascasada amasso coroa caronaPorno zinhos nascendo cabelo na bucetaporno meu filhinho me engqavidou contocontos erotico tio fez sexo filhacontos meu marido gosta quando chamo ele de corno viadinhoentiadacontoeroticocontos minha esposa fudendo com pedreiro negaocontos eroticos flagrei minha mae transando com meu paicontos eroticos cabaninhaConto erotico de ménina 12 mostrando a bucetinhachanas de presidente prudente -sp bucetascontos erotico cumenda a cunhada mais velhaCamila minha enteada com a b********Mae vai na praia e ver o pau do fiho e da p ele ,xvideoContos erotico de incesto putaria entre familia em gang bang no sitiomeninas brincando de esconder e sendo encoxadasfilme porno de empregadasconto erotico abusando no onibusconto erótico chocolate enfiado no ânusContos erotico eu e minhas priminhas inocência perdendo a virgindade com un velhocontos eróticos eu minha esposa e o Padeiro à noite na padariaxvideo molheno boracowww xvidios .com homem casado fas suruba com as subrinha safadaconto de sexo sou menino adoro ver minha vizinha gostosaconto erotico fugindo da chuva Quadrinhos asexo ababaOlhar Fotos meu tio mecomeu gostozoContos eroticos vi meu cunhado cravado no cu da minha mulherxvideo.Conto Erotico - Corneando o marido com um travestis !contos eróticos dei o cu ea buceta da cunhadinhaconto erotico com dedo no cu novinho e fotosconto o enfermeiro gayPadre com pauduro mas coroinha