HISTÓRIAS DE CADU: Paixão, Prazer e pecado (FINAL)


Click to Download this video!


Terminamos o banho e fui ligar para o Frank. Nildo foi embora e eles chegaram.
Meu pai, na maior cara de pau disse ao Berg:
_ Ih! Rapaz... primeiro dia de casado e já está assim? Sai... Diz que vai bem ali e quase não volta?!
Berg, todo errado explica:
_ Culpa do Frank que...
Meu pai corta:
_ Venha cá, Berg... – levando-o para um canto – você é ainda jovem e com o tempo e observando o comportamento dos mais vividos, ou mesmo através dos seus tropeços você vai aprender e amadurecer! Agora, eu estava só brincando, mas já que você tomou uma atitude... vamos dizer... imatura, eu acho que é uma oportunidade de te ensinar!
_ O que foi que eu fiz?
_ Você já estava atribuindo uma culpa jogada a você ao Frank. Você não tem que fugir de nenhuma responsabilidade, se apoiando em ninguém. Se era a hora de estar aqui, mas o Frank queria continuar lá, você ou deveria ter voltado só, ou ter ligado dando uma satisfação! Se você não faz isso – que se chama consideração – você automaticamente dá ao outro a liberdade de fazer também!
_ O senhor tem razão!
_ Mas eu só estou aproveitando essa oportunidade. Pois eu sei que o Cadu mesmo deu sinal verde para resolverem o que precisassem sem tempo para voltar, entende? Não leve como uma bronca! Eu nunca me meterei entre vocês, a não ser que eu seja chamado! Só quero ajudar para que vocês sejam felizes... Tá? Me dá um abraço! Estou feliz por vocês quatro!!
Frank nos chamou e anunciou:
_ É o seguinte: Eu deixei vocês lá em casa e fui até a igreja...
_ Fazer o quê amor?
_ Anular o casamento!
[Gargalhadas]


_ Calma mulher! Calma! Fui tirar uma dúvida com o pároco e ele me deu uma maravilhosa notícia! E a partir desta notícia, tendo em vista que os pais do Berg não poderão ser mais meus padrinhos...
[Suspense]
_ Quero convidar Cadu e Berg para serem meus padrinhos!
Minha irmã:
_ E pode Frank? Dois homens?
_ Pode! O pároco disse que não é obrigado serem nem casal... e nem casados! Podem ser dois homens, duas mulheres...
[Risos]
_ Aceitam?
_ Claro, cunhadinho!
_ Lógico, amigo velho!
Meu pai:
_ Oh família louca!
Pulávamos, gritávamos e nos abraçávamos feito crianças...
**
QUATRO DIAS DEPOIS

**
Desde a chegada do Berg passamos a dormir na sala, provisoriamente, até o casamento de minha irmã. Faltavam dois dias para o tão aguardado enlace, que iria acontecer no sítio dos pais de Frank.
Acordamos cedo e saímos, eu e Berg, para provar nossos ternos. Não deixamos que ninguém desse palpite, mesmo por que, tínhamos nossos desejos que manteríamos só entre nós. Passamos a manhã e a tarde inteira resolvendo essas coisas, mas deu tudo certo.
Voltamos e ninguém estava em casa. Vimos algumas coisas desarrumadas pela sala... papéis e papelões caídos pela escada...
_ Um furacão passou por aqui, Cadu?
_ Não... Deve ter sido a mudança da mana! Depois teremos que dar um jeitinho no quarto dela! Agora será nosso!
Fomos subindo e senti cheiro de tinta ao passar pela porta do quarto dela. Empurrei a porta. Quase tive um treco!
_ Caracas, Berg! Não é possível! Como conseguiram fazer isso tudo numa rapidez dessas!
_ Bicho! [...] Olha Cadu... Tem um bilhete!

**
“ERA O MÍNIMO QUE EU PODIA FAZER! ESPERO QUE GOSTEM DA SURPRESA! DESEJO FELICIDADES!
*
DO PAI E SOGRO... OLAVO!
P.S. Isso só foi possível com a ajuda de muita gente, inclusive uma pessoa que mandamos seguir vocês e nos informar cada passo que vocês davam. No fim... Saiu a contento. Eu acho!”

**
Seu Olavo tinha mandado pintar o quarto. Retiraram os móveis da minha irmã e lá havia uma cama de casal com dois criados mudos, um guarda-roupas, uma escrivaninha, uma mesinha com uma TV . Tudo decorado em tons de azul e branco. Já arrumado... Um quadro sobre a cama com uma imagem em que eu e Berg aparecíamos abraçados e felizes – que Frank havia tirado há poucos dias, com o seu celular... Até nossas roupas já estavam no guarda-roupas.
Ficamos radiantes! E já fomos nos arrumar para o casamento que seria logo mais.
Estávamos no banho e meu pai chegou. Bateu à porta:
_ Gostaram do presente?
_ Adoramos, pai!
_ O senhor estava sabendo? Meu pai já tinha planejado com o senhor?
_ Tinha! Era pra ter sido ontem, mas vocês não saíram de casa! [Risos] Mandei dois mecânicos para ajudar... Os móveis estavam guardados na oficina... Até que foi rápido! Ficou bonito, não?!
_ Lindo demais!
_ Terminem... Preciso me arrumar também!

**
NO SÍTIO...

**

Assim que chegamos com meu pai e o Nildo, Frank veio falar conosco:
_ Puta que pariu! Que casal bonito vocês estão! Vão chamar mais atenção que os noivos!
Eu estava com um terno num tom cinza bem claro, quase água, com a camisa interna branca, contrastando com a gravata num verde lodo bem claro também. Berg vestia um terno grafite, com a camisa interna também branca riscada e uma gravata num cinza, cuja tonalidade ficava entre o grafite do seu terno e o cinza claro do meu. Ambos os ternos eram de cortes modernos e de caimentos perfeitos em nossos corpos. Os sapatos eram pretos mas de modelos diferentes, embora sociais!
Para nossa surpresa, os velhos amigos de Berg vieram nos cumprimentar e não mostraram nenhuma atitude de rejeição.
Tudo estava lindo! Quando meu pai foi buscar minha irmã e nos posicionamos no altar, eu e Berg chamamos a atenção. Mas houve outra surpresa. Quando o padre mandou que eles trocassem as alianças, seu Olavo, discretamente, entregou ao Berg uma caixinha e ele abriu: eram duas alianças! Eu tremi. Meu pai riu. Meio escondido, Berg colocou uma em minha mão e eu coloquei na mão dele. Depois, na frente de todo mundo, nos beijamos.
Seu Olavo veio até nós, pôs as mãos sobre nossas cabeças:
_ Eu os abençôo!
E meu pai fez o mesmo!
_ Eu os abençôo e desejo muito crescimento!
Eu, Berg, minha irmã e Frank nos abraçamos e rimos muito!
Na hora do bolo, eles tiraram fotos e minha irmã chamou o fotógrafo.
_ Moço, só um minuto, antes de partir o bolo, quero que tire uma foto de meu irmão e Berg... sozinhos.
Ficamos posicionados...
_ Esperem!
Minha irmã tirou o casal de noivos do alto do bolo e colocou um casal de dois rapazes...
_ Pronto! Pode registrar esse momento para a posteridade!
Eu e Berg nos beijamos e todos aplaudiram!
Dado início à festa foi aquele festival de abraça daqui, beija dali, felicita dacolá... e a bebedeira ia comendo solta... O Berg acabou se entrosando com os colegas dele e eu fiquei mais para o lado de dar atenção aos convidados da minha irmã. Eu estava adorando aquele clima de casamento, ainda mais sabendo que, de certa forma, aquela festa estava sendo minha também.
De repente, Frank chega do meu lado e diz:
_ Como é que vai ser o lance entre vocês... fidelidade?
_ Frank... Não me faça pergunta difícil numa hora dessas!
_ Ainda bem que você é cuca fresca! [Risos]
_ Por quê?
_ Cadê o Berg?
_ Sei lá! Já está me traindo?
_ Eu vi ele saindo de fininho com aquele brother que fazia parte do nosso grupo, mas foi pro Rio... Saca?
_ Sei...
_ Mas, fica frio... Você sabe que não vai ser fiel também!
_ E não vou mesmo!
_ Quer curtir também?
_ Quem é?
_ Olha ali... perto do papai...
_ Qual deles? O de blazer azul marinho? Quem é?
_ Gostou? É meu tio... casado. A família está toda aqui!
_ Quero!
_ Vai lá pros fundos do sítio... Eu mando ele ir lá e dou cobertura! Pode ficar no relax... Eu garanto!
_ Mas ali, Frank... A gente vai se sujar!
_ Então sobe! Agora! Quando ele subir eu tranco e fico com a chave... Quando acabar, dá um toque pro meu celular...
_ Fui!
Em menos de dez minutos o cara subiu. Eu já estava de cuecas...
_ Quando meu irmão me falou das suas proezas, fiquei de pau duro! Não tenho experiências com homens, mas um assim, cheio de referências, ainda mais sendo casadinho... deu tesão!
_ Você pode não ter experiências com gays, mas tem tudo para fazer um urrar de prazer! Vem... Quero que minha noite de núpcias comece com um machão... [Risos]
_ Sente aqui meu presente!
_ Ahhhhhhhhhhhh...! Tira logo essa roupa!
Ele foi tirando a parte de cima e eu fui adiantando as peças de baixo... Quando abaixei a calça junto com a cueca, a rola enorme e super grossa pulou na minha cara...
_ Chupa, safado! Vou fazer dessa noite... inesquecível!
Comecei pelos ovos...
_ Ohhhhhhhhhhhhhhh...! Chupa meus bagos! Ohhhhhhhhhhhh...!
Alisava suas pernas peludas, seu abdômen e seu tórax também peludos. Segurei sua pica com força. Ele tomou e deu umas pancadas na minha cara!
_ Vai começar o casamento como puta? Quer que eu te faça puta?
_ Quero!
_ Lambe minhas virilhas... Isssssssssssssssss...! Lambe! Ohhhhhhhhhhhhh...! A outra, agora! Issssssssssss...!
_ Ahhhhhhhhhhh...! Delícia! Ahhhhhhhhhhhhhh...! Levanta essa perna! Hummmm...! Cuzinho cabeludo!
_ Quer chupar meu cu?
Virou-se de costas e abriu a bunda...
_ Lambe! Safado! Issssssssssssssssssss...! Isso! Mete a língua! Issssssssssssssssssssss...!
_ Hummm...! Hummm...! Hummm...! Hummm...! Hummm...! Cu gostoso! Abre mais! Hummm...! Hummm...! Hummm...! Hummm...! Hummm...! Hummm...!
_ Mete a língua! Sente o gosto do meu cu! Issssssssssssssss...! Agora engole minha rola por trás!
Ele passou o cacete entre as pernas e eu chupava, ora o cu, ora a rola...
_ Agora fica em pé!
Eu fiquei na sua frente, ele me girou e de cabeça para baixo, eu chupava sua rola e ele lambia meu cu... e enfiava um, dois, três dedos... Até que não agüentei mais!
_ Mete esse cacete no meu rabo!
_ Faca apoiado na parede!
Ele se abaixou, deu uma cuspida no meu cu e mirou a rola. Ele dei uma reboladinha para deixar no ponto... Empinei...
_ Mete de uma vez!
_ Tem certeza?!
_ Mete, porra!
_ Toma!
_ Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh...! Delícia!
_ Você é melhor que eu pensava!
_ Agora fode com tudo!
_ Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Que cu massa! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...!
_ Hummm...! Hummm...! Hummm...! Hummm...! Hummm...! Hummm...! Hummm...! Hummm...! Hummm...! Hummm...! Hummm...! Hummm...! Hummm...! Mais forte!
_ Ahhh...! Gosta de rola, heim!!! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...!
_ Hummm...! Hummm...! Hummm...! Hummm...! Isso! Arrebenta! Hummm...! Hummm...! Hummm...!
_ Ahhh...! Vou gozar! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...! Ahhh...!
_ Hummm...! Hummm...! Na minha boca! Hummm...! Hummm...! Hummm...! Vou gozar contigo!
_ Abre a boca, safado! Issssssssssssssssssssss...! Ohhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh...!
_ Ahhhrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr...! Delícia! Ahhrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr...!
_ Cara! Foi a melhor trepada da minha vida!
_ Que bom! Vamos... Vou chamar o Frank!
_ Quando a gente volta a se ver?
_ Eu sou casado! E você também! Coisas assim... Só quando o acaso determinar!
Ele se vestiu. Eu também... Descemos.
Berg me procurando... me achou na cozinha.
_ Cadu, onde você estava... rodei o sítio todo!
_ Te procurando!
_ Eu estava ali batendo um papo com um cara que era da minha turma... Ele estava me contando que, depois que foi embora, se descobriu bi! [Risos]
_ Foi?! Nossa!
Frank chegou:
_ Meninos... Bomba! Bomba! Bomba!
_ Eu entendi Pomba! Pomba! Pomba! [...] Fala cretino!
_ Cadu, eu e sua irmão... você e o Berg... acabamos de ganhar um final de semana com tudo pago em Fernando de Noronha! Nossa Lua de Mel!
_ Ai! Quem está patrocinando?
Frank riu...
_ Aquele meu tio! O que eu acabei de te apresentar!
_ Hummm...!
Berg disse:
_ Porra! Maneiro! Vou contar pro pai!
Enquanto Berg corria em direção ao meu sogro, Frank me deu uma pinada...
_ Ele disse que nunca comeu um cu melhor que o seu... Mas lá na Lua de Mel... esse cuzinho vai ser meu... não vai?
[Risos]

**

Por isso que eu sustento até hoje:
NUNCA DEI O MEU CU! SÓ EMPRESTEI...!

F * I * M

Foto 1 do Conto erotico: HISTÓRIAS DE CADU: Paixão, Prazer e pecado (FINAL)


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


11920 - HISTÓRIAS DE CADU: Paixão, Prazer e Pecado 01 - Categoria: Gays - Votos: 10
11963 - HISTÓRIAS DE CADU: Paixão, Prazer e Pecado 02 - Categoria: Gays - Votos: 7
12002 - HISTÓRIAS DE CADU: Paixão, Prazer e Pecado 03 - Categoria: Gays - Votos: 6
12016 - HISTÓRIAS DE CADU: Paixão, Prazer e Pecado 04 - Categoria: Gays - Votos: 7
12033 - HISTÓRIAS DE CADU: Paixão, Prazer e Pecado 05 - Categoria: Gays - Votos: 6
12059 - HISTÓRIAS DE CADU: Paixão, Prazer e Pecado 06 - Categoria: Gays - Votos: 6
12076 - HISTÓRIAS DE CADU: Paixão, Prazer e Pecado 07 - Categoria: Gays - Votos: 5
12148 - HISTÓRIAS DE CADU: Paixão, Prazer e Pecado 08 - Categoria: Gays - Votos: 5
12154 - HISTÓRIAS DE CADU: Paixão, Prazer e Pecado 09 - Categoria: Gays - Votos: 4
12191 - HISTÓRIAS DE CADU: Paixão, Prazer e Pecado 10 - Categoria: Gays - Votos: 7
12235 - Quem quiser que atire a primeira pedra! - Categoria: Gays - Votos: 2
12249 - UMA SURPRESA DE NATAL - Categoria: Gays - Votos: 3
12279 - COMO COMER O CU DE UM HÉTERO PEGADOR - Categoria: Gays - Votos: 10
12331 - Mestre Picasso ou pica de aço do mestre de obras - Categoria: Gays - Votos: 5
12352 - TIRE A ROLA DO CU DO MEU MARIDO, IMEDIATAMENTE! 1 - Categoria: Gays - Votos: 6
12353 - TIRE A ROLA DO CU DO MEU MARIDO, IMEDIATAMENTE! 2 - Categoria: Gays - Votos: 3
12385 - "BULLYING" COM O CU SE PAGA 01 - Categoria: Gays - Votos: 3
12386 - "BULLYING" COM O CU SE PAGA 02 - Categoria: Gays - Votos: 2
12417 - "BULLYING" COM O CU SE PAGA 02 (Continuação) - Categoria: Gays - Votos: 1
12448 - O GALO, A GULA E A GALA... AGORA! 01 - Categoria: Gays - Votos: 3
12459 - O GALO, A GULA E A GALA... AGORA! 02 - Categoria: Gays - Votos: 2
12473 - O CU É MEU... DOU PRA QUEM EU QUISER! - Categoria: Incesto - Votos: 7
12474 - O GALO, A GULA E A GALA... AGORA! 03 - Categoria: Gays - Votos: 3
12493 - BOBEOU? TOMEI O MACHO DA MINHA TIA, NA MORAL! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
12506 - COMO UM PAI ENTENDE O FILHO GAY? - Categoria: Gays - Votos: 15
12549 - PAINHO: DELÍCIA DO MAR 01 - Categoria: Incesto - Votos: 11
12559 - QUE PUTARIA É ESSA AQUI, HEIM? 01 de 02 - Categoria: Incesto - Votos: 4
12587 - A TROZOBA DE PAPAI ATOLADA NO MEU BOGA... ADORO! 1 - Categoria: Incesto - Votos: 18
12606 - PAINHO: DELÍCIA DO MAR 02 - Categoria: Incesto - Votos: 12
12607 - Ahhh! Isso, titio! Arromba meu cuzinho! Ahhh...! - Categoria: Incesto - Votos: 12
12640 - Ahhh! Isso, titio! Arromba meu cuzinho! Ahhh...! 2 - Categoria: Incesto - Votos: 6
12684 - AULA? EU QUERO É ROLA, PROFESSOR! - Categoria: Gays - Votos: 10
12687 - PAINHO: DELÍCIA DO MAR 02 CONTINUAÇÃO - Categoria: Incesto - Votos: 4
12763 - O FLAGRA! 01 - Categoria: Gays - Votos: 5
12776 - O TENENTE CORONEL PRECISOU FLAGRAR PARA DESCOBRIR - Categoria: Incesto - Votos: 8
12794 - INSENSATO CORAÇÃO: A VERDADE SOBRE LÉO! - Categoria: Fetiches - Votos: 3
12857 - UM FUSCA 74 POR AQUELE CABAÇO - Categoria: Gays - Votos: 6
12874 - O PRÊMIO: MEU CUZINHO! - Categoria: Incesto - Votos: 7
12947 - PACTO ENTRE POLICIAIS - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 11
12955 - QUE PUTARIA É ESSA AQUI, HEIM? 02 de 02 - Categoria: Incesto - Votos: 7
12984 - HISTÓRIAS DE CADU: Paixão, Prazer e pecado (11) - Categoria: Gays - Votos: 6
12985 - HISTÓRIAS DE CADU: Paixão, Prazer e pecado (12) - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 6
13211 - HISTÓRIAS DE CADU: Paixão, Prazer e pecado (13) - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 6
13212 - HISTÓRIAS DE CADU: Paixão, Prazer e pecado (14) - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 6
13315 - COISA BOA É ROLA DE PADRASTO! HUMMM...! - Categoria: Incesto - Votos: 10
13361 - E AGORA? ACABO A PUTARIA OU PARTICIPO DELA? - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 2
13427 - COMO COMER O CU DE UM HÉTERO PRECONCEITUOSO - Categoria: Gays - Votos: 4
13434 - QUE ROLA GOSTOSA, PAIZINHO! HUMMM...! - Categoria: Incesto - Votos: 8
13460 - O CRENTE QUERIA QUE EU ME ENTREGASSE... CONSEGUIU! - Categoria: Gays - Votos: 6
13526 - MELHOR NEM SABER, PAI! - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 5
13570 - NO SHOPPING, NA VILA, NO MATO (3 MINI-CONTOS) - Categoria: Gays - Votos: 3
13709 - PAINHO: DELÍCIA DO MAR 03 - Categoria: Gays - Votos: 5
13710 - PAINHO: DELÍCIA DO MAR 04 - Categoria: Gays - Votos: 5
13759 - PAINHO: DELÍCIA DO MAR 05 - DESFECHO - Categoria: Gays - Votos: 6
21469 - QUE "PREGO" GOSTOSO - Categoria: Gays - Votos: 9
21725 - NO DESESPERO... ENCONTREI O PRAZER! - Categoria: Gays - Votos: 12

Ficha do conto

Foto Perfil g froizz
gutofroizz

Nome do conto:
HISTÓRIAS DE CADU: Paixão, Prazer e pecado (FINAL)

Codigo do conto:
13213

Categoria:
Grupal e Orgias

Data da Publicação:
26/07/2011

Quant.de Votos:
9

Quant.de Fotos:
1


Online porn video at mobile phone


contos eróticos- minha maninha na roda com amigosmaexesoquadrinhosreais de incestocontos eroticos dei gostoso para o meu tio e fui chingada de vadia putaconto erotico filhoconto a pregadora da igreja safadacontos gay gostoso do tinder ele:casa dos contos eroticos valdir perfil do usuarioconto eroticos encoxando crente no onibuscontofamiliapornocunhado cumedo a mulhe ia cunhadacontos eroticos de novinhas de pindacontos de Vizinhas que Adoram analContos eroticos gays com peludoContos eroticos de comi minha vómulher fodendocpm. melhor amigo do marido,contoso beto estava de calcinha dar espelhoconto traiçao da esposa intima no presidioconto erotico minha namorada dançando forro com meu tiofrozem desenho pornocrentinha fogueteiraminha mae e o empregado conto eroticoensinei meu filho de dez anos a bater punhetacontos eroticos sentei no fuzilBlack Wade: O Lado Selvagemdo Amor - Parte3Contos eroticos minha mulher traz porra para mimconto erotico esposa fielConto erotico neguinho pintudoContos eroticos fraguei mamae e comixvideo porno gay o padre tocando pulheta até gozaConto erotico despois do show irao eirma transa gostosoConto erótico possessivo em quadrinhoscontos eróticos casadaloira gostosapornocontosincestoscontos eroticos fudeu na escadaConto erótico de saia curta deu no ônibusconto gay gesseirotrepando bem gostoso com a ginecologista mulhercontosfudendo bucetas deliciosas de mulheres gostosas noivasperdi as preguinhas do cu quando era pequenaconto erótico de casal com secretariacontoseroticos.comcontos gays ubercontos porno histórias em quadrinhossó homens bonitos batendo punheta falando palavrão hesitante Alto E goza -youtube -site:youtube.comsogra fode gostoso nos quadradinjos hentaycontos eroticos com travesti do pau grandeContos eróticos abusando do cu apertado da esposa a forçacontos eroticos engravidando a loiraContos eroticos de incesto entre pais e filhas(os) novinhas(os)xxvideos filho2017Minha Furry Conto Eroticocontos safados genros tranzam com sogras dotadosperdir a aposta e tive que fa a bucetaConto erotico minha prima fudeu com sois negros roludo 25cm de rolacontoeroticopadrastoenteadafestival de pau bem dotadomeu pai nua cuContos eróticos picantes de gays com fotos ilustrativasfomos para a praia eu minha esposa e meu caseiro foi legal eu vi ela cendo incochadacunhado crente casado,contos eróticosex suweven pornoContos erotico madrasta gostozaconto erótico gay meu primeiro dp analconto peituda se assanhando pro molequedwolland coroa gauchaquadrinhos pornor filho atrevidoconto erotico rabinhohq porno marvelTiozão safado botando bezerro para mamar até gozarmeu filho aromba minha bucetaContos o dia que mae do meu amigo pediu pra ve meu penis se tem fimoseContos eroticos de mamae e filhas gulosas mamando nos pauzao grandao grossao dos cinco filhos numa suruba em casacasada anaocontos eroticose******** a sapequinha na prima novinha inocente contos eróticosvascilos da tv que mostra nudetransa com irma conto eroticominha irma dormindo ru comi elaconto de cunhada peladinha no banheirobaba peituda gostosa amamentando o patrao conto eroticomeu filho atrevido e selvagem porncontos eu e meu sogro comeu minha mulher gravidaFotos de picudos fazendo putas gemerem varacomi minha cunhada, contosFoto contos eroticos tia dando próprio sobrinhoMeu advogado me fez gozar contos eroticos de gayscontos novos esposa fodendo com negaomae sente tesao na filhaContos eroticos flaguei minha mae chupando um pau e fiz chantagemvideo motorista fretado esquece video pornocearense mostrando a bucetacostume de comer parente conto eroticafilhaputacontosexo gay conto erotico gay chiquititasporno conto bandido e a donaminha mae e uma puta depravada - contocontos/de dp com esposa e dois negoes e o corno vendoler contos eróticos de sogras que choram na rola de negros bem dotados