DUAS SOBRINHAS UM CACHORRO E EU - Zoofilia


Click to Download this video!



Sou divorciado já ha 4 anos, moro sozinho em meu apartamento em S. Paulo, tenho minhas algumas garotas mas tudo sem compromisso, após um casamento sufocante, o que mais quero agora é liberdade pra fazer o que bem entendo. Sou gerente de uma multinacional e frequentemente viajo para dar assistência a cliente de grandes empresas.

O que vou relatar se passou recentemente. Minha irmã mora com o marido e duas filhas num sitio em Santa Isabel, uma filha novinha e a outra sendo dois anos mais velha, duas meninas tipo assim daquelas que moram em sitio mesmo, são simples na maneira de vestir e falar, mas já ostentam um corpo em pleno desenvolvimento. A mais velha tem um par de seios pequenos mas de fazer inveja a algumas mulheres mais maduras, bundinha arrebitadinha, pernas grossas e cabelos loiros . A mais nova tem os cabelos mais escuros por ter puxado mais a minha família, seios pequenos e lindas pernas, as duas usam normalmente mini saias jeans, então da pra perceber o quanto são gostosas,
Bem, poucas vezes passo por lá por morar em outra cidade. Num determinado dia da semana tive que fazer uma visita a um cliente naquela região aproveitei pra rever a família e pegar um franguinho com arroz que minha imã sabe fazer muito bem.
Chegando lá para minha surpresa, minha irmã tinha ido pra capital e só voltaria no dia seguinte e só estavam as meninas e meu cunhado (que por sinal não é de muita conversa) e estava saindo pra roça e só voltaria noitinha, e me pediu desculpas pois tinha que cuidar dos peões se não iria atrasar a colheita de café, mas que as meninas fariam o almoço tão bem quanto a mãe, que lhes havia ensinado a cozinhar, pedindo ainda que se pudesse eu esperaria sua volta e que minha presença lá o deixaria mais tranquilo, pois sabe que elas estariam em boas mãos
Como ainda era cedo, a sobrinha mais nova perguntou se eu gostaria de dar uma volta no sitio pra ver as plantações e ver os novos animais de criação para abate. Tinha muitas galinhas, porcos, e poucas vaquinhas, tudo isso acompanhado também pelo FOX, um cão enorme da raça pastor-alemão, mas o que mais me intrigava era ela estar sempre cheirando a sobrinha, ora na bunda ora na xaninha, sempre que ele fazia isso ela dava uma bronca.
Quando chegamos na cocheira notei que ele ficou mais excitado, chegou a ponto de grudar na perna dela e pude notar a cabecinha de seu pau saindo pra fora. Achei muito estranho.
Aquilo começou a me fazer olhar mais atentamente pra menina, pude notar que ela estava sem sutiã
e seu peitinho quase a mostra com uma blusinha mais solta, e sua pernas estavam lindas me fazendo esquecer que era minha sobrinha, passei a olhar seus movimentos e provoquei até uma posição em que poderia ver seus biquinhos e depois sua calcinha. Já estava visivelmente excitado, pelo fato dela estar uma “mulher” deliciosa, tudo por causa do Fox que me chamou a atenção pra ela.
Mas uma vez ele chegou perto dela e a pegou por trás já com o cacete enorme a mostra, dei risada e perguntei por que ele fazia aquilo com ela, foi então que ela falou que ele é muito tarado, vive querendo pegar as mulheres da casa. Depois dessa conversa, nos sentamos num tronco de arvore, estávamos distante da casa, sem ninguém por perto. Ela sentou no tronco como quem cavalga um cavalo, sua sainha já curta deixava a mostra toda sua calcinha e eu me sentei na mesma posição de frente para ela, enquanto isso, FOX, deitado ao lado dela e olhando para ela, começou a lamber o pau enorme, mas percebia que ela estava ficando estranha, olhando para o caralho do FOX.
Não resistindo, perguntei o que ele já tinha feito com ela, como já estávamos mais íntimos, ela deu risada e percebi que escondia algo, insisti dizendo que não contaria a ninguém, após muita insistência fui me achegando a ela, minhas pernas estavam coladas as pernas dela, frente a frente, sua sainha já nada escondia só a calcinha que marcava seus lábios vaginais coloquei minhas mãos em suas pernas, num gesto de confiança disse
pode falar sou seu tio, pode confiar. Afinal de contas nos sempre nos demos bem, Lembra quando vocês eram crianças e nadávamos pelados na lagoa, e brincávamos de pega-pega dentro da água?

Notei que ficou vermelha, mas começou a se abrir. Contou que o FOX vivia dando em cima delas sempre cheirando elas e que um dia ela estava com a irmã na cocheira ele a agarrou por trás e a derrubou no chão e ela gritava pedindo socorro pra irmã já que ela não tinha forças pra tirar ele de cima, e a irmã mais velha rindo falou que já que você não quer eu vou deixar ele subir em cima de mim e tirando o cão de cima da mais nova, tirou a saia e se posicionou pra ele ficando de quatro. Imediatamente FOX grudou nela com as patas em sua cintura, e o que era só uma brincadeira foi ficando serio, o pau enorme de FOX batia na calcinha dela querendo entrar mas não conseguia e ela já nada podia fazer para impedir tamanha era a força do cão. Com os dentes ele arrancou sua calcinha e com uma força descomunal, para ela, enfiou o cacete enorme na bucetinha que até então era virgem, Diz ela que a imã soltou um grito de dor e gemidos aos poucos foi relaxando, ficaram por muito tempo com o FOX entrando e saindo com o cacete da buceta dela, nesse momento ela dizia – QUE DELICIA, QUE GOSTOSO, NUNCA PENSEI QUE FOSSE ASSIM, VOCE TEM QUE PROVAR TAMBEM. Você VAI ADORAR SER COMIDA DESSE JEITO.
AI FOX COME QUERO SENTIR ESSE PAU DENTRO DE MIM
Continuando, foi dizendo que a irmã não queria mais sair daquela posição, e estocando cada vez mais forte, parecia que estava louco, minha irmã gemia de dor e prazer, deu um grito enorme e caiu no chão estendida com o FOX que também ficou estendido, ela tentou tirar o caralho dele de dentro mas não consegui, estava engatada com ele, mas ria de dor e prazer, não querendo sair de la mesmo e quando FOX pensava e se soltar ela o segura, queria viver aquele momento eternamente. Então ela notou que saia um liquido bem branco e grosso da sua buceta. Quando desengataram, FOX começou lamber aquele bucetinha que já não estava tão pequena assim, limpando todo aquele liquido branco que não parava de escorrer da buceta da irmã e ao mesmo tempo lambia seu caralho todo lambuzado.
Nessa altura eu estava com minhas mãos no meios de suas coxas, alisando sua bucetinha e perguntei se ela também já tinha feito isso com o FOX, ela falou que sim, só que ela não deixou que comece a buceta que ele quer perder a virgindade com um homem, apesar de sua pouca idade, fiquei imaginando que ela já estava bem madura pra idade. Insistindo pra que ela contasse como foi, foi dizendo que naquele dia não “deu” pra brincar com o cão que sua mãe e seu pai estavam pra chegar. Perguntei, então quando foi? Ela contou que foi num outro dia que estavam sozinhas, e levaram o FOX pra cocheira (sempre lá) e a irmã mais velha quis fazer primeiro mas acabaram brigando, nisso o FOX já tinha escolhido a sua fêmea do dia, ele queria
a novinha, queria fazer mais um cabacinho.
As duas já estavam totalmente nuas sem as sainhas costumeiras e as calcinhas já jogadas em algum canto da cocheira. FOX visivelmente excitado, conta ela, com seu enorme caralho apontando pra elas, lambia ora a bucetinha da novinha ora a da mais velha, queria de todas as formas agarrar a irmãzinha, as duas deitadas no chão de pernas abertas, FOX procurava uma posição para que pudesse penetrar sua rola na menorzinha.
Tirei meu pau para fora e pedi que ela segurasse, notei sua admiração, dizendo que o meu era mais bonito do que do cão e que o único pau que tinha visto alem do FOX era do pai, quando ela viu pela fresta da porta a mãe chupando o caralho enorme do pai, e confessa que naquele dia passou a noite esfregando a buceta louca de vontade querendo ter aquele pau enorme na buceta imaginando o que aquele caralho enorme e gostoso estaria fazendo na buceta da mãe e estaria até disposta a perder sua virgindade com ele.
E no dia seguinte assim que o pai sai, levou o FOX pra cocheira sem a irmã saber.
Enquanto segura meu cacete foi contando mais detalhes da transa canina. Como dizia ela, não queria perder o cabacinho da forma que a irmã perdeu, portanto iria só dar o cu pro FOX. Ficou de quatro com a mão tampando a buceta, e a irmã segurando o pau do cachorro direcionando o para o cuzinho ainda virgem da minha querida sobrinha, com o cão estava tento dificuldade pra achar o buraquinho ainda seco, a irmã começou a chupá-lo dando cusparadas pra umedecer tamanho caralho, assim que viu que estava bom, ajudou o cão a penetrar aquele cuzinho rosinha, como o animal não tem muita delicadeza acabou penetrando de uma só vez, com que fez que ela desse um grito muito forte, mas já era tarde o caralho dele já estava dentro arrebentando as pregas do cuzinho até então virgem, ficou por vários minutos assim, dando estocadas e ela gemendo de dor com um misto de prazer.

Enquanto ela falava puxei ela mais pra mim, e como o FOX arranquei sua calcinha de uma forma animalesca, deixando sua linda bucetinha toda rosada a mostra, seu grelinho estava como que pra fora, ajeitei ela no chão da cocheira como faria o FOX, mas só que eu quero seu cabacinho, que estava reservado para um homem, então já nos dois nus. Pude ver como era lindo aquele corpinho, não é a toa que FOX ficava tão excitado com ela, pedi que continuasse a falar do dia em que deu o cu pro animal. Foi contando que o cão a agarrou por trás, de uma forma que não conseguia se soltar, dando estocada forte no seu cuzinho, já a essa altura totalmente entregue, sentiu um jatos fortes de porra (liquido branco e grosso, como dizia ela) em seu cu, jatos intermitentes que não paravam de jorrar, nesse momento ela pode sentir um grande prazer e viu que valeu a pena perder o selinho do cu apesar de ter doido muito, conforme conta ela.
Enquanto eu possuía aquele corpinho maravilho, dei meu caralho pra ela chupar, sugando todo o liquido de sua buceta muito encharcada, com a língua penetrava em sua xaninha virgem, levando ela ao delírio, falou que iria fazer o mesmo com o FOX, na próxima vez, continuou falando daquele dia do momento em que FOX gozou no seu cu, disse que foi o momento mais lindo de seus poucos anos de vida, e prometeu que seu cuzinho seria sempre dele, ficaram muito tempo após eles gozarem, com o pau do cachorro engatado em seu cu,
Ela contou que assim que o pau dele desengatou do cuzinho dela a irmã mais velha quis fazer igual ao cachorro, lambendo os restos que escorriam, começou a lamber o cuzinho da irmãzinha indo ate a bucetinha tal era quantidade de porra, ao mesmo tempo que FOX se posicionava atras da mais velha, com o pau ainda ensopado de porra, enterrou o caralho naquela bucetinha deliciosa. Confesa que naquele dia os três chegaram a dormir na cocheira de tão cansados e exausto que ficaram.
Eu ainda com minha boca na sua buceta, ela dizia, TIO QUERO QUE você SEJA MEU HOMEM, QUERO PERDER O CABACINHO DE MINHA BUCETA COM ESSE CARALHO GOSTOSO, ME COMA TIO ME FAÇA MULHER,.
Me virei deitando ela em cima do feno, vendo aquele pequeno corpo me pedindo para ser possuido, com estocadas rápidas igual ao FOX, fui penetrando dentro da sua bucetinha virgem.
Ela dizendo ; ME COMA TIO GOZE EM MINHA BUCETA COMO FEZ O FOX NA MINHA IRMÃ QUERO SENTIR ESSE PAU ENORME DENTRO DE MIM, ME FAÇA SUA MULHER QUE AQUI NESTE LUGAR NÃO TEM ninguém PRA ME COMER COMO MULHER só TEM MATO, TIO ME COMA TIO TIOOOOO AIIIIIIIIIIIIIIIIIIII, TO FICANDO LOCA FICO SONHANDO ATE COM O CARALHO DE MEU PAI, AIIIIIIIIIIIIIIIIIIII TIOOOOOOOOO AIIIIII VOU GOZAR AIIIIIIIIIIIIIIII
Ao mesmo tempo que ela gozava, enchi de porra a bucetinha de minha sobrinha, nos beijamos loucamente COMO DOIS AMANTES e ela me fez prometer que voltaria sempre.
Já estava ficando tarde, nos dirigimos pra casa do sitio. Chegamos na cozinha a irmã estava encostada no fogão de mini-saia uma blusinha vermelha bem curtinha um laço nos cabelos e descalça, o cheiro do franguinho semi pronto exalava por todos os cantos da casa. Ela nos olhou de uma forma estranha, desconfiando de algo, estava estampado em nosso rostos, já não era a mesma coisa,. Perguntou o porque de tanta demora, nossas desculpas parece que não foram aceitas, riu maliciosamente, insistiu em saber o que estava acontecendo, e a irmã deixou escapar que estávamos falando das safadezas do FOX, ficou vermelha, confusa e assustada, chequei perto dela, encostei meu corpo no corpinho dela, abracei-a por trás, com a mão em volta de sua cintura,
meu pau ainda duro de insatisfeito, encostou na bundinha dela, subi com a mãos em seu peitinho um pouco maior que da mais nova, estava sem sutiã, enquanto a abraçava com carinho e tesão, a mais nova foi logo falando. - ELE ME FEZ MULHER HOJE E DE AGORA EM DIANTE ELE VAI SER NOSSO HOMEM, SEMPRE QUE ELE VIER
E QUANDO NÃO ESTIVER POR AQUI SEREMOS DO FOX., NÃO É VERDADE TIO?

E enquanto beijo sua boca, prometi que seria assim, a partir de agora estaria sempre com elas,
Enquanto a mais nova saiu dizendo que estava toda molhada e que tomaria um banho pra almoçar, fiquei com a irmã na cozinha, levei a para uma cadeira próxima e fiz ela sentar no meu pau, puxando sua calcinha branca de listrinha de lado. Penetrando aquele buceta que ate então era só do FOX, que com certeza estava morrendo de ciumes. Enquanto tirava toda sua roupa falei sobre a carência que elas passavam por aqui, sem ter ninguém pra conversar, com meu caralho todo dentro dela, prometi que elas iriam passar as férias em minha casa em São Paulo, e que assim que seu pai chegasse da roça eu iria pedir pra levar para passar uns dias comigo.
Me beijando na boca disse que queria muito, com um longo beijo gozamos ainda ela dizendo
QUERO SER COMIDA POR você TODOS OS DIAS LA EM SÃO PAULO, Nisso meu caralho bem no fundo daquela bucetinha encheu a porra.
Sentindo que o franguinho já estava queimando, deu um salto ainda nua até o fogão,
nisso FOX que estava por ali, sentindo o cheiro de porra, levantou-se do tapete e foi passar a língua no cu dela que estava melado, achando a bucetinha também, fiquei só olhando, sentindo ciumes agora. Quando FOX quis pegar ela pro trás ela o afastou, olhou pra mim e disse
- Enquanto estiver por aqui serei sua.

Na próxima conto como foi a chegada do pai, a noite, e que dormi lá para no dia seguinte conforme combinado com a mãe por telefone, consentiu de eu levar apenas a mais nova, e que depois quando ela voltasse iria a mais velha. Assim minha irmã não ficaria sozinha na casa.

Aceito e-mail de garotas que queiram compartilhar outras emoções.

Foto 1 do Conto erotico: DUAS SOBRINHAS UM CACHORRO E EU - Zoofilia

Foto 2 do Conto erotico: DUAS SOBRINHAS UM CACHORRO E EU - Zoofilia

Foto 3 do Conto erotico: DUAS SOBRINHAS UM CACHORRO E EU - Zoofilia

Foto 4 do Conto erotico: DUAS SOBRINHAS UM CACHORRO E EU - Zoofilia


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario farense

farense Comentou em 10/01/2017

Que sobrinhas gulosas, elas não são esquesitas é preciso é um pau para as satisfazer.

foto perfil usuario giacom

giacom Comentou em 02/06/2016

Putz! Tezão de conto.Sonho de qualquer incestuoso.Queria estar na festinha.Tem meu voto

foto perfil usuario lucasmary69

lucasmary69 Comentou em 02/06/2016

Olá.. sem querer apaguei seu comentário no nosso conto. Poderia novamente enviá-lo? E sua enteada tem qtos anos?

foto perfil usuario kzdopass48es

kzdopass48es Comentou em 21/11/2015

Gostei com esse conto. Queria a sobrinha, Queria o Fox E Queria tb o tio. Betto

foto perfil usuario brito08

brito08 Comentou em 11/09/2013

maravilhoso teu conto mto tesão mesmo, parabens pelo conto e pelas lindas fotos

foto perfil usuario lunocu

lunocu Comentou em 01/09/2012

quedelicia sinto ate inveja do fox queria ser seu cachorrinho putinha gostosa amei ...

foto perfil usuario carlospaulo

carlospaulo Comentou em 17/04/2012

Amei o conto.

foto perfil usuario gatoreno

gatoreno Comentou em 09/02/2012

adorei o conto q sobrinhas safadas valeu

foto perfil usuario uma só carne

uma só carne Comentou em 29/12/2011

Eu sempre recuzei comer minha sobrinha, depois de ler este conto eu vou é cair em cima Belo conto Leia os meus contos Beijos nabuceta das sobrinhas

foto perfil usuario ele ela

ele ela Comentou em 31/07/2011

sem comentarios, esse conto é muito excitante nosso parabens pelo conto bem contado, obs; suas sobrinhas são um tesão

foto perfil usuario imgsc

imgsc Comentou em 23/07/2011

Que delicia de conto, gozei com cada gozada delas, me passe o end delas.




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


24356 - Nao resisti aos encantos de Larissa - Categoria: Travesti - Votos: 36

Ficha do conto

Foto Perfil alien
alien

Nome do conto:
DUAS SOBRINHAS UM CACHORRO E EU - Zoofilia

Codigo do conto:
13170

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
23/07/2011

Quant.de Votos:
22

Quant.de Fotos:
4


Online porn video at mobile phone


Minha mulher disse pra eu fuder a buceta da minha filha na frente dela eu fudi a buceta da minha filha e fudi minha mulher elas duas juntas eu depois eu levei minha filha pro motel pra eu fuder seu cu virgem conto eroticoconto erotico corno patraoinaugurando uma novinha contos eroticosrevista explicita contos eróticosconto erotico dando a buceta na esquina sem quererLer conto d esposa ca relatando as foda safada com outro machoconto erotico porno gay thomaz costaminha namorada troxe se amigo roluda para casa contosvideo porno di qeutiresexo a três conto safadocontos eroticos velhos picarudosimagens porno heta sogra gostosa com genroeu sou do riu de Janeiro e a minha mamãe pediu pra que eu gozace dentro da buceta delaconto erotico fui encoxada no onibuscontos eroticos gay padrinho morenoConto erotico dei para o amigo do meu pai em quadrinhocontos podolatria cloroformioConto erótico gay de um menino que deu pro capataz da fazendaquadrinhos eroticos de dokiconto erotico de idosas em recifegozando na boca maridinho viadinhocontos eroticos o empregado de piça gg me comeuCasais Bi Metendonovinhas e seus contos pornoporno contos dipei minha tia dundonaporno real em quadrinhos imagensnudismo eroticofamilia sacana seu dedinho e grosso papaicontoerotico de garotinhasContospapaku dlcsensacao de garganta crescendo quando engoleenfermeiro abusou gay contoconto erótico exibicionismoelas adoram negros parte 3Conto erotico esposa cegaquadradinho erotico incesto COM HUMORconto mulher de corno viciada naõ pode ver um macho e cu fica piscando por rolaconto de farmaceutico pornocontos eróticos dei o cu para me vingarFudendo com o macho contosam tres espias demais nuavisita inesperada da amiga da esposa contoconto erotico minhas filhas safadas de shortinhocurtoporno tia não acredita ao ve o sobrinho engoli o proprio pintocontos eróticos de filha ficou gafida dechiquititas mosca e duda porno gayconto erotico meninaContos eroticos gordinho sendo comido pro lixeiroscontos eroticos de um pauzudo com minha esposadeixei me me cume de boua ate gozei pornoContos eróticos mulher madura traindo muitoconto vendo o pênis do paitransa inesquecível no transito conto eroticofudendo aesposinha safada historia em quadrinhoConto eroticos mamar gulosa mamando no pauzao do filho e de mais seis amigos negao dele em gang bangAos meus onze anos fui comida pelo namorado de mia baba conto eroticoconto erotico meu filho e outros amigosquadril largo sintura fina analcontos virei corno no apagaoCorno sissy historias em quadrinhocontos viciei na siriricacontos eroticos dei boa cinderela pra minha nene e comi elalia sou safada meus contos vào deixar vcs de pau durodando para o pedreiro contos eroticos em quadrinho em 3Duma menina masculina me transformou (conto de travestisVai filho me come ai mae que delicia conto eroticowww.contos eroticos mae pede pro filho casula pauzodo comer cu delaconto eroticomamando na maninha eo marido dela chupando meu pauconto meu marido mereceu ser xingadohentai gay pai e filhobundaopeladade4conto primera vez submisso do negaoquadrinhos porno pokemon HQcontos ensinando minha sobrinha dirigir acabei comendo a gostosaindio tarado por grelo grandeConto erotico pica de 28 na molequinhasconconto erotico minha mulher fude.do com o mednigocontos.eroticos minha irma di mini saia com um rabao cuzao virgemminha esposa com um garotao megadotado o na praia do pinhocontos eroticos minha amiga e seu namoradowww.contos de incesto deixei meu tio chupar minha bucetinhaconto erotico com vizinho de 60 anossalam.sxy.videocheiro da bucetinha da minha filhinhacartoon erotico minha tia da rosa pornflavia mostra calsinha coladaesposa sentando na pica dorada do negao contoswww.contos de lactofilia com caes.netconto incesto o dia enque eu.cominha sogra [email protected]contos eroticos gay meus amigos maconheiros e safadodmamae putinha contochantageado pelo amigo sexo gayconto porno inaugurando a xaninhacontos eroticos podolatria com a madrasta dormindopornô mulher grita posso mexer minha vagina dentro e fora regaço tudo com a mãocontoeroticoburro