Sedutoras e Marrentas 8


Click to this video!


Silvia estemeceu quando sentiu aquela tora de carne esfregar em toda a extensão da sua vulva,as mãos do irmão acariciando-a na região das coxas e nádegas. Entrou em desespero: "Paula, sua desgraçada! - pensou - cadê vc que não aparece?" Seus pensamentos foram interrompidos pois Tom a pegou pelos dois seios, e, ainda movimentando seus quadris num vai e vem lento, dizia coisas impublicáveis na sua nuca.
- To..Toom... -gemeu a moça.
- Mana... vc é tesudda demais....
- Tom...! eu.....ooh..
- Si..Silvia... deixa eu...
- o ... que...!?
- deixa eu ... te comer... vai...deixa...
-Tom.. eu... oh...eu...
Tom sai dela. Olha aquela bunda arrebitada, as coxas, a gruta rubra ensopada, projetada, os lábios entreabertos... seu membro salta para cima, enlouquecidamente... Tom parece um garanhão pronto para copular... Silvia retém uma exclamação de surpresa... sente os dedos do irmão a tocarem na sua mais parte mais intima... seu corpo reage, movimentando-se. Ela sente a cabeça rodar. Ao longe, ouve dois toques ... ela abre os olhos. Era Paula! Salva pelo gongo!
- Tom... é a Paula... temos que ... parar...
Tom olha para a irmã toda nua, deliciosamente nua. Não acredita no que ouve.
- não... não pode ser...
- É a Paula sim.. - repete Silvia, procurando suas roupas.
Nisso ouve-se a voz da Paula.
-Pombinhos!! chega de namoro!! Silvia, preciso falar com vc..
- que azar.. - diz Tom, pesaroso.
- oh, desculpe,mano...pensei que ela fosse demorar mais..
- tudo bem... -diz ele, vestindo a cueca, ela evitando olhar para o membro enorme e ainda muito duro do rapaz.
Logo mais, Tom saiu do quarto, sob o olhar ironico de Paula, parada perto da porta.
- e ai...? tudo bem,? -perguntou ela.
- tudo.. -disse ela, tentando disfarçar a decepção.
Paula entrou no quarto.
- quero que me conte tudo...! - disse ela, muito curiosa.
Pouco depois, Paula olhava incrédula para a amiga.
- credo!! vc fez isso?
- mas vc disse para eu ser o mais realista possível...
- sei... mas não imaginei... nossa! me diz... é grande?
- grande o que? - se fez de boba Silvia.
- o pau do teu irmão! quero saber...
- tarada!! é sim... muito grande... assim, ó... - e ela tentou demonstrar com as mãos.
- tudo isso? não acredito... credo!!
- é sim... eu peguei nele...
- vc heim? com essa carinha de santa.... rsrrs
- ele pediu... e eu não sabia o que fazer...
- e ele pegou em vc como vc contou? mesmo?
- sim... eu queria gritar... te chamar... mas ... não sei, perdi as forças...
- caramba, Si... que loucura...
- é loucura sim... e tá na hora de parar com isso...
Paula olhou para ela demoradamente.
- concordo. A esta altura, ele deve estar doido de paixão por vc...
- preciso falar com ele... abrir o jogo... não é justo eu fazer isso com ele...enganar..mentir...
- sei... mas ele tá gostando muito... rsrsr
-por isso mesmo... isso torna as coisas mais difícies... não quero usar ele para me vingar da Bel..
- mas já usou... e como usou, heim??
- eu sei... hoje mesmo falo com ele... aliás, vc vai me ajudar... nós duas falaremos com ele...
Mais tarde, elas encontraram Tom na varanda da casa. Ele olhou as duas, e sorriu.
-mano.. precisamos falar com vc...
- claro... o que é? - perguntou ele.
- é que... é que tenho que pedir desculpas pra vc..
- por que? - perguntou ele, sem entender nada.
Silvia se emocionou e não pode continuar. Paula prosseguiu por ela.
-Tom.. é o seguinte: a idéia da Silvia se aproximar de vc, essa história de namoro... fui eu quem planejou... para ela se vingar da Bel, pois a gente sabia que vc estava ficando com ela, transado inclusive...
-mas...
- escute: tua irmã não fez isso por mal... ela gosta muito de vc... só que ela nao quer mais te mentir... é isso: foi tudo um jogo... ela queria provar pra Bel que vc gosta mais dela e não da mocréia...
- Si.. é verdade isso? -perguntou Tom, sério, olhando para a irmã.
Silvia balançou a cabeça positivamente.
- bem.. - disse ele. - vcs duas me enganaram direitinho..rsrsr
- desculpa, mano.. - disse Silvia, cabisbaixa.
- caramba... vc parecia mesmo querer me namorar... rsrsr
- eu sei... se não fosse tua irmã, eun te namoraria, com certeza... vc é legal demais...
- ah, caramba... - disse o rapaz, olhando a irmã, de baixo para cima. Paula sorri. Ela sabe que Tom tá perdendo uma garota e tanto. - to dozinho de novo...
- mano... logo vc vai arranjar uma namorada nova...
- tudo bem... parabéns para vcs duas...-disse ele, levantando-se e saindo dalí.

Silvia fica preocupada.
- será que ele tá zangado comigo?
- pode ser... mas passa...
- será? ele ficou magoado comigo...
- amiga... a partir de agora, vc tem que ser muito amiga dele... irmã mesmo, entende? tem que ser carinhosa... sabe como é..
- eu sei... vou ser isso mesmo...
Mais tarde, os três tomaram o caminho de volta para a cidade. As duas puxavam assunto com Tom, mas este respondia com poucas palavras.


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


11551 - DOCE NANDA - Parte um - Categoria: Incesto - Votos: 9
11554 - DOCE NANDA - Parte dois - Categoria: Incesto - Votos: 6
11560 - DOCE NANDA - Parte três - Categoria: Incesto - Votos: 7
11579 - DOCE NANDA - Parte quatro - Categoria: Incesto - Votos: 9
11684 - DOCE NANDA - Parte cinco - Categoria: Incesto - Votos: 8
11703 - DOCE NANDA - Parte seis - Categoria: Incesto - Votos: 6
11793 - DOCE NANDA - Parte sete - Categoria: Incesto - Votos: 8
11877 - CORPOS ARDENTES - parte um - Categoria: Incesto - Votos: 7
11950 - DOCE NANDA -Parte oito - Categoria: Incesto - Votos: 7
12019 - CORPOS ARDENTES - parte dois - Categoria: Incesto - Votos: 5
12102 - CORPOS ARDENTES - parte três - Categoria: Incesto - Votos: 4
12209 - DOCE NANDA - Parte Nove - Categoria: Incesto - Votos: 7
12225 - DOCE NANDA - Parte dez - Categoria: Incesto - Votos: 6
12334 - Corpos ardentes - parte quatro - Categoria: Incesto - Votos: 3
12345 - Corpos Ardentes - Parte 5 - Categoria: Incesto - Votos: 4
12415 - DOCE NANDA - Parte onze - Categoria: Incesto - Votos: 7
12428 - DOCE NANDA - Parte 12 - Categoria: Incesto - Votos: 7
12439 - Sedutoras e Marrentas - Um - Categoria: Incesto - Votos: 6
12440 - Sedutoras e Marrentas - Dois - Categoria: Incesto - Votos: 5
12441 - Sedutoras e Marrentas - Três - Categoria: Incesto - Votos: 6
12449 - Sedutoras e Marrentas - 4 - Categoria: Incesto - Votos: 6
12475 - Sedutoras e Marrentas - Cinco - Categoria: Incesto - Votos: 5
12521 - Sedutoras e Marrentas - 5 - Categoria: Incesto - Votos: 6
12533 - Sedutoras e Marrentas- 6 - Categoria: Incesto - Votos: 6
12535 - Sedutoras e Marrentas -7 - Categoria: Incesto - Votos: 6
12703 - Sedutoras e Marrentas - 9 - Categoria: Incesto - Votos: 7
12712 - Sedutoras e Marrentas - 10 - Categoria: Incesto - Votos: 8
12772 - Sedutoras e Marrentas 12 - Categoria: Incesto - Votos: 5
12820 - Resumo de contos escritos por Tom Jones - Categoria: Incesto - Votos: 1
12909 - Sedutoras e Marrentas - Parte Final - Categoria: Incesto - Votos: 5
12991 - A Excursão - 1 - Categoria: Incesto - Votos: 6
13136 - A Excursão 2 - Categoria: Incesto - Votos: 5
13188 - A Excursão 3 - Categoria: Incesto - Votos: 5
13197 - A Excursão 4 - Categoria: Incesto - Votos: 5
13216 - A Excursão 5 - Categoria: Incesto - Votos: 6
13263 - A Excursão 6 - Categoria: Incesto - Votos: 4
13291 - A Excursão 7 - Categoria: Incesto - Votos: 4
13298 - A Excursão 8 - Categoria: Incesto - Votos: 4
13324 - A Excursão 8.1 - Categoria: Incesto - Votos: 4
13334 - A Excursão - oito - Categoria: Incesto - Votos: 4
13360 - A Excursão oito-2 - Categoria: Incesto - Votos: 1
13374 - A Excursão 9 - Categoria: Incesto - Votos: 5
13392 - A Excursão10 - Categoria: Incesto - Votos: 5
13429 - A Excursão 11 - Categoria: Incesto - Votos: 3
13478 - A Excursão 12 - Categoria: Incesto - Votos: 6
13509 - A Excursão 13 - Categoria: Incesto - Votos: 5
13520 - A Excursão 14 - Categoria: Incesto - Votos: 4
13543 - A Excursão 15 - Categoria: Incesto - Votos: 4
13573 - A Excursão 16 - Categoria: Incesto - Votos: 5
13676 - Próximo conto de Tom Jones - Categoria: Heterosexual - Votos: 3
13787 - A ninfeta e o bad boy -1 - Categoria: Incesto - Votos: 2

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico tom jones

Nome do conto:
Sedutoras e Marrentas 8

Codigo do conto:
12691

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
06/06/2011

Quant.de Votos:
7

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


pai tio e amigos contosxvideo chavescontos eroticos papai e mamae me comerampênis grande no banheiroladrao de calcinha contos eroticosPorno contos fizeram fila cuzinhocontos sexuais pirigueteContos animados papai tio e padrinho me foderam muito quando novinhaA esposa "pagou" o serviço de outra maneiracontos ele mandou tirar meu penis eu virei fêmea do pauzudocontos foryes de mastubatultimos contos sadocontos heroticos gay meu tio de dezessete me comeu a forca quando eu tinha oito anosJuanzito cantos eroticoscontos eroticos gays bombeiro sarado hetero me fudeu sem doconto eroticos submissao com meu amigo gayvi meu concunhado quase matando minha cunhada com uma rola enormecontos eróticos publicados perdi a virgindade com meu padrastoperdi as preguinhas do cu quando era pequenaConto Erotico-minha tia Helena(2) moztocontos enganei e xupei minha netinhacontos travesti dividindo um apê em toronto canadaComto erotico pinheta amigosbuceta inchada e ardida macho deixou para o cornoIrmas fazendo sexoConto casada atacada pelo pedreiroEu e meu ex primo viuvo se amamos contra a vontade da nossa familia eu sou sua mulher conto eroticoporno com empregadasbundinha pra dois contoconto erótico bebadocontos eroticos de velhos que praticam lactofiliaultimos contos sadomasoquistaporno contos dipei minha tia dundonasexo com padrasto e seu amigo contos Contos eroticos homossexuais: andando de cavalo com o bundudocontos fudendo a mae e a sograconto erotico pegando a madrastaconto professora obriga usar plug analContos eroticos secretaria gulosa mamando no pirocao de todos os machos do escritorio na hora do almoço em uma grande orgiaMinha mãe de bucera reganhadameu amigo comeu minha esposa na sala conto erotico depois de danca o lap dancvídeo de pornô de adolecente de 18 anos fazendo sexo com menina em estrada de terra debaixo de uma árvoreporno cssada trai com catador de papelaoladrao de calcinha contos eroticoscaiu+na+netcoras d buceta peken foder com ponecomendo mulher do amigo quadrinhoscontos eroticos casadinha assediada pelo vizinhoFui currada na igreja contosconto erotico comendo um cuzinho dormindoContos eroticos bem dotado com madrasta fechadinhacdzinha salto alto e corpetecontos eroticos amante bem.maiorconto erótico sendo consolada na rola do papaiconto gay casado no cinemaconto erotico crente greludaConto erotico gay perdido na ilhaporno gay em quadrinnhos ultimos contos sadoincestocontogayCssadas que gostam de rolas grandesporno xoxotamae dano filhas para o tiomãe safada quadrinho pornoskatista porno numero do zapcontos erotico dopei minha sogra e a depileicontos eroticos virei meninaporno em quatrinho o prefeitocontos eroticos pescariaXvideo do simpsonultimos conto sadochupei meu irmao contoswww.contos eroticos nora novinha da cu pro sogro pauzudoconto erotico na roça com a tiaQuadrinhos sexo gays de meu filho atrevidocontos eroticos novinhos bebadosContos porno minha esposa libero geral no carnavalhistórias em quadrinhos acampando com o vizinho safadoconto.erotico comi uma mulher toda tatuadasecretaria gostosa tirinhas porno 3dbieljr menageContos eroticos gay no martonovinha de treze anos damdo cuzinho pro chofeContos eróticos de incesto ai mamae que chupetinha mais gostosa é essanudes da amiga da minha namorada peladaex mulata do sargentelli metendocurraram minha mae no assaltoquadrinhos analcontos heroticos de casada chantageadas a foderconto erotico cunhada cristina mgmijei dentro do cu conto pornoencoxada na mulher dormindocontos forcada zoofiliaContos gay de chulé2017contos eroticos minha irmã é apaixonada por mimbuceta orgasmo caimbra nos pé sexocontos eroticos pessoas que adoram leite materno