Sedutoras e Marrentas - Dois


Click to Download this video!


Bebel abriu a porta para Tom, toda sorrisos, e após dois beijinhos, entraram para a sala.

= Tom, to nervosa... rsrsrs

- não brinca... vc nervosa? - riu ele.

- ah, eu sou timida... pode parecer que não, mas...

- tudo bem.. só estamos nós aqui.... e vc vai se sair bem...

-ah, to curiosa pra ver como vou ficar...

Conversaram um pouco mais, e Bebel se acalmou.

- Mano, espere aqui... eu vou lá me trocar...

Tom preparou os equipamentos, e pouco depois, a bela mulher reapareceu, vestida num penhoar. Estava mais confiante. E linda, claro.

- estou pronta... pode tirar uma assim? - pediu ela.

Tom assentiu. E clicou a bela irmã, parada no centro da sala.

Aos poucos, Bebel foi fazendo uma demonstração de como sabia ser sedutora. Ao extremo. Pediu que Tom a clicasse a cada movimento, a cada gesto. E ela foi tirando o penhoar aos poucos, revelando o formoso corpo coberto apenas pelo biquini preto, que constrastava com a pele alvissima.
Tom não pode deixar de emitir uma exclamação abafada. Tinha uma irmã doida de linda. E seus amigos diriam que ela era gostosa. Muito gostosa. Gostosona demais. Os mais afoitos a chamariam de tesuda. Tesudona. Tom imaginou se um deles estivesse no lugar dele naquele momento.

- oi, Tom... volta para a Terra...rsrsr... - brincou Bebel.

- tudo bem... rsrsrs

Bebel escolhia as poses. Sentada no sofá, deitada de costas, de bruços... a cada pose, parecia mais sensual, mais gata, mais fêmea... Aquela atmosfera parecia estranha, mágica... Tom estava ali clicando sua bela irmã, embevecido diante de tanta beleza... reconheceu o porque dos homens caírem de quatro diante ela... e duvidou que Osmar estivesse falhando com ela na cama.. difícil de acreditar.

- Pausa... pausa... rsrsr - pediu ela. - o que vc acha de tomarmos algo? - sugeriu ela.

Algo era champagne.

- ganhei da Laura, minha vizinha... ela esteve em Paris e trouxe para mim... legítimo champagne francês, acredita?

Ele sorriu, pegando a taça. Ela sorveu meio copo.

- Pra descontrair.... imagino como devem ficar aquelas modelos de verdade....

- é.. acho que elas devem beber algo para criar coragem... rsrs . - disse Tom.

- sem falar naquelas que posam... nuas.... rsrsrs - disse ela, olhando o irmão.

- ah, elas fazem de forma natural, acho...

- vc acha? eu fico imaginando se eu teria coragem...

Tom olhou para ela, que voltou a encher a taça.

- bem... vc teria? - perguntou, olhando a camera nas mãos.

- não sei... sei lá... alguma coisa´bem artística... talvez... não sei, não...rsrsrs

- nem imagino o sucesso que faria... - disse o rapaz.

- hmmm.. vc compraria a revista? - provocou ela.

- bem.. escondido dos velhos (seus pais).

-ah, com certeza... eles ficariam escandalizados...rsrsrs...

Bebel pediu que ele recomeçasse a fotografa-la. Mas antes, ela foi até o seu quarto, e vestiu um novo biquini, azul claro. Aquela cor deu mais suavidade, e muito mais sensualidade a moça.

Tom recomeçou o trabalho. Bebel de pé, sentada, deitada no tapete... os olhos do rapaz não se cansavam de admirar o estupendo corpo da moça. As pernas e coxas, grossas... o ventre achatado... a parte de cima do biquini revelando um conteudo de seios médios, mas do tipo rijos, pontudos.... e Bebel sorria, envaidecida.. era um diva, realmente.

- mano... quero que me fotografe no meu quarto agora...

E foram pro quarto. Lá Bebel deitou-se na cama. E foi clicada pelo irmão várias vezes, em muitas poses.

- sabe... to pensando naquele lance... das modelos posarem nuas... - disse ela. - eu até teria coragem...

- vc teria? - espantou-se Tom.

- claro... mas só se fosse assim, como agora, de brincadeirinha, como eu e vc estamos fazendo...rsrsr...

- se.. sério?

- claro... só tem uma coisa...

- o que...

- não fale nada pra Silvia... sabe como ela é... invejosa... ela me odeia...

- bobagem...

- eu tenho certeza... ela implica comigo... só pode ser inveja...

- bem...

- mano... vou te pedir uma coisa... vc me fotografa... mas não fale nada pra ela... pra ningúém, aliás...

- fotografar como?

- nua... - disse ela, convicta.

- vc quer mesmo?

- se vc... tiver coragem...r srsrsrsrsrs

- bem... tudo bem...

- ótimo... to curiosa pra ver como fico... rsrsrs

Tom parecia estar num sonho. Bebel ali, sugerindo que ele a fotografasse peladinha?

A voz da irmã o trouxe a realidade.

- Pronto?

Ela começou a soltar o soutien, porém mantendo-o encobrindo os seios. As mãos de Tom estavam trêmulas. Que situação inusitada, aquela.

Bel foi aos poucos soltando o soutien. Um seio apareceu. Era como Tom imaginava. Rijo, pontudo...´pareciam peitos de adolescentes em pleno viço, daqueles que nenhum ou poucos felizardos haviam posto as mãos. O bico rosado, apontando para ele. Ela sorri. E deixa o soutien cair no colo. Ela estava sentada, e agora oferecia ao rapaz uma visão completa daquelas duas peras maravilhosas. O sorriso nos lábios da moça é provocador. Ele fazia um esforço para manter as mãos firmes. Clicava a cada movimento dela. Começou a mover-se em redor da cama, ela fazendo caras e bocas. Ela então coloca-se de joelhos, no centro da cama.

- Tom... fica por trás ...

Ele obedeceu. O que ela pretendia? Ela moveu a cabeça, espalhando a negra cabeleira ondulante. Mais sensual impossível.

Para extremo espanto do rapaz, ela começou a descer a parte de baixo do biquini. Devagar, muito devagar... Tom clicava, mas nem sabia se as fotos sairiam pefeitas... Bebel tinha o poder absoluto naquele momento... as mãos de Tom estavam suadas, trêmulas... suas pernas bambeavam... logo ele, Tom, o pegador, acostumado a traçar as meninas do bairro, da universidade....

Metade do bumbum de Bel estavam de fora... Bebel virou o rosto... e sorriu.

- Tom.... rsrsrs... vc está ai? - brincou ela, como se soubesse do "nervosismo" dele.

Ela vira o rosto ainda mais. E olha em direção a.... virilha do irmão. E sorri, satisfeita.

Tom olhou-se a si mesmo, e viu o enorme intumescimento naquela área. Mas vendo que Bel sorrira, foi em frente, fotografando a irmã, que agora descera a peça ate a metade das coxas. A bunda exuberante da irmã estava toda de fora. Tom jamais vira algo mais maravilhoso.

- mano... agora.... quero que vc me fotografe... pela frente... - pediu ela.

Tom engoliu em seco. Não dizia uma palavra.

- Tom!! até parece que o gato comeu tua lingua! rsrsrs

- tudo.. bem... - consegiu dizer ele.

Ele foi contornando a cama, olhando para ela. Bel parecia sem nenhum pudor em se mostrar para ele. Ele ganhou um pouco mais de confiança, e ficou em frente a ela. E a olhou. Bebel sorria. E Tom desceu o olhar do seu rosto para os seios... e dali para o ventre.... e logo se fixaram na penugem negra, farta e reluzente daquele triângulo assombrosamente tentador.

- mano... eiii... Tomzinho.... acordaaaa! rsrsrsrsr - brincou ela, provocando.

Ele começou a clicar.

Ela deitou-se e retirou a peça pelos pés, ele registrando tudo. Contornou a cama, ela fazendo as mais variadas poses, mas sempre mantendo as coxas juntas, evitando uma maior exposição. Tom chegou a dar um close naquela vulva maravilhosa. Bel olhava para a virilha do rapaz e sorria, cheia de malicia.

- Tom....!!! vc parece nervoso...rsrsrsr

Tom sorria. Sabia que ela já havia percebido sua ereção. Também, quem não ficaria naquela situação, tendo uma gata daquelas, nua a sua frente?

- Tom... agora, quero que vc fique aqui... na minha frente.. - pediu ela, cheia de doçura na voz.

Ele obedeceu. Ela então flexionou os joelhos, sentada no meio da cama, e apoiada nos dois braços. Ela maneou a cabeça daquele jeito provocante. Tom esperou.

Ela olhou para ele, e ele posicionou a camera. O que ela pretendia?

Para deleite do rapaz, ela começou a abrir as coxas... Tom não acreditou. Ela foi abrindo, devagar, muito devagar... os olhos sorrindo, cheios de malicia... Tom viu os fartos pêlos aparecerem.... Ela abriu um pouco mais... e ele pode vislumbrar, em meio aquela selva negra de pêlos sedosos, embora um pouco timidamente, a flor rubra...

Tom engoliu em seco.

Nisso, ouviu-se o ronco de um motor, que parecia estacionar em frente a casa.

- Credo...Tommm!! é o Osmar!!!! - assutou-se ela, e num salto, procurou o biquini.

Tom não sabia o que fazer.

- Tom... esconde a camara.... esconde.. rápido!

Bel rapidamente se vestira...

- Tom... esperre lá na sala... ele logo vai entrar em casa....

Tom foi até a sala, e lá ficou, o coração querendo sair pela boca. Que situação.

Osmar logo entrou na sala, e sorriu ao ver Tom.

- E ai, cunhado... que bons ventos o trazem?

- Oi, Os...mar.... a Bel me chamou para aquela torta...

- Cara... tá todo mundo virando fã daquela torta... rsrsrs

Bel entrou na sala, vestida num jeans. Abraçou o marido, beijando-o. Piscou para Tom.

- Mano... vou embrulhar um pedaço, e vc leva pra mãe, tá?

Tom concordou. Pouco depois, ele estava em casa, no seu quarto, pensando no que aconcetecera. Que loucura! O que foi aquilo? Ele mal acreditarar. Só então olhou para a camera. Trancou a porta, e descarregou as fotos no seu notebook. E foi aos poucos revendo os momentos que passara na casa de Bel. Seu membro doia dentro da calça, ao ver as ultimas fotos. Bel abrindo as coxas para ele.

Em casa, logo que Osmar saira, Bebel jogou-se na cama. Estava radiante.

= toma, "Garota do Tempo"!! srsrsr... vc nem sabe do que sou capaz... isso é que dá dançar com o "meu" Tom...!! - ela rola na cama, coloca um dedo nos lábios, e um sorriso diabólico brota dos seus tentadores lábios - e ele ficou todo de pica dura...! hmmmmmmm....

Silvia estava com Paula, saindo do ginásio. Passaram pelo zelador. Paula olhou feio pro homem. Este correu os olhos pelo corpo da jovem.

- Esse nojento parece comer a gente com os olhos... - disse ela.

- hmmm.... coitado do cara... - disse Silvia.

- Não sei não... mas uma coisa que sei é quando querem alguma coisa comigo... saco pelo olhar...

- rsrsrs... convencida....

Nisso, tocou o celular de Silvia. Ela atende. Era, para seu infortunio, Bebel.

- O que vc quer? - perguntou ela, áspera.

- ................

- e o que eu tenho com isso?

- ...........................

- Bel, vai se catar.... vc não tem vergonha na cara de fazer isso?

- ......................

- artistica, uma ova.... parece coisa de vadia.... olha, não me liga mais...!!!

E Silvia desligou o celular.

Paula não se cabia de curiosidade.

- Era a mocréia... imagina só: me liga pra falar que o Tom acabara de sair da casa dela, que ele a fotografou de biquini... que ele adorou fazer aquilo. Ah, e que foram fotos... artísticas... que vaca!!

- Caramba, ela tá pegando pesado... - disse Paula.

- Quer saber? eu vou largar de mão...

- pra mocréia rir de vc? vai desistir?

-ah, eu odeia ela...

- pois se vingue dela... faça ela provar do próprio veneno...

- e como?

- vamor prosseguir com nosso plano... é só vc fazer exatamente o que vou sugerir...

Naquela noite, Tom estava no quarto. E acabara de olhar pela enésima vez as fotos de Bebel. Seu celular toca.

Era Bebel.

- Oi, mano... tudo bem? - a voz dela soava maviosa, cheia de doçura.

- Oi, Bel... acabei de ver tuas fotos...

- Oh, Tom... que azar.... o Osmar tinha que chegar justo naquela hora?

- pois é...

- fiquei com peninha de vc... ficou todo assustado...rsrsrs

- fiquei mesmo...

- mas ele nem desconfiou... e ai, gostou das fotos?

- demais....!!

- to louca pra ver...

- bem, posso te levar ai...

- não! melhor, eu passo ai amanhã de manhã....certo?

- combinado...

- ah, que raiva do Osmar.... atrapalhou a gente...

- tudo bem...

- logo quando eu tava me soltando mais.... rsrsrs

- eu sei...

- senti por vc... vc parecia estar gostando muito...

- percebeu?

- nossa! e como!!! rsrsrs... senti que vc estava gostando muito....rsrsrs

- estava mesmo...

- mano.... amanhã.. me espere....certo?

- certo...

- sei que ninguém fica em casa nessa hora...tchau!

- Tchau.


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


11551 - DOCE NANDA - Parte um - Categoria: Incesto - Votos: 9
11554 - DOCE NANDA - Parte dois - Categoria: Incesto - Votos: 6
11560 - DOCE NANDA - Parte três - Categoria: Incesto - Votos: 7
11579 - DOCE NANDA - Parte quatro - Categoria: Incesto - Votos: 9
11684 - DOCE NANDA - Parte cinco - Categoria: Incesto - Votos: 8
11703 - DOCE NANDA - Parte seis - Categoria: Incesto - Votos: 6
11793 - DOCE NANDA - Parte sete - Categoria: Incesto - Votos: 8
11877 - CORPOS ARDENTES - parte um - Categoria: Incesto - Votos: 7
11950 - DOCE NANDA -Parte oito - Categoria: Incesto - Votos: 7
12019 - CORPOS ARDENTES - parte dois - Categoria: Incesto - Votos: 5
12102 - CORPOS ARDENTES - parte três - Categoria: Incesto - Votos: 4
12209 - DOCE NANDA - Parte Nove - Categoria: Incesto - Votos: 7
12225 - DOCE NANDA - Parte dez - Categoria: Incesto - Votos: 6
12334 - Corpos ardentes - parte quatro - Categoria: Incesto - Votos: 3
12345 - Corpos Ardentes - Parte 5 - Categoria: Incesto - Votos: 4
12415 - DOCE NANDA - Parte onze - Categoria: Incesto - Votos: 7
12428 - DOCE NANDA - Parte 12 - Categoria: Incesto - Votos: 7
12439 - Sedutoras e Marrentas - Um - Categoria: Incesto - Votos: 6
12441 - Sedutoras e Marrentas - Três - Categoria: Incesto - Votos: 6
12449 - Sedutoras e Marrentas - 4 - Categoria: Incesto - Votos: 6
12475 - Sedutoras e Marrentas - Cinco - Categoria: Incesto - Votos: 5
12521 - Sedutoras e Marrentas - 5 - Categoria: Incesto - Votos: 6
12533 - Sedutoras e Marrentas- 6 - Categoria: Incesto - Votos: 6
12535 - Sedutoras e Marrentas -7 - Categoria: Incesto - Votos: 6
12691 - Sedutoras e Marrentas 8 - Categoria: Incesto - Votos: 7
12703 - Sedutoras e Marrentas - 9 - Categoria: Incesto - Votos: 7
12712 - Sedutoras e Marrentas - 10 - Categoria: Incesto - Votos: 8
12772 - Sedutoras e Marrentas 12 - Categoria: Incesto - Votos: 5
12820 - Resumo de contos escritos por Tom Jones - Categoria: Incesto - Votos: 1
12909 - Sedutoras e Marrentas - Parte Final - Categoria: Incesto - Votos: 5
12991 - A Excursão - 1 - Categoria: Incesto - Votos: 6
13136 - A Excursão 2 - Categoria: Incesto - Votos: 5
13188 - A Excursão 3 - Categoria: Incesto - Votos: 5
13197 - A Excursão 4 - Categoria: Incesto - Votos: 5
13216 - A Excursão 5 - Categoria: Incesto - Votos: 6
13263 - A Excursão 6 - Categoria: Incesto - Votos: 4
13291 - A Excursão 7 - Categoria: Incesto - Votos: 4
13298 - A Excursão 8 - Categoria: Incesto - Votos: 4
13324 - A Excursão 8.1 - Categoria: Incesto - Votos: 4
13334 - A Excursão - oito - Categoria: Incesto - Votos: 4
13360 - A Excursão oito-2 - Categoria: Incesto - Votos: 1
13374 - A Excursão 9 - Categoria: Incesto - Votos: 5
13392 - A Excursão10 - Categoria: Incesto - Votos: 5
13429 - A Excursão 11 - Categoria: Incesto - Votos: 3
13478 - A Excursão 12 - Categoria: Incesto - Votos: 6
13509 - A Excursão 13 - Categoria: Incesto - Votos: 5
13520 - A Excursão 14 - Categoria: Incesto - Votos: 4
13543 - A Excursão 15 - Categoria: Incesto - Votos: 4
13573 - A Excursão 16 - Categoria: Incesto - Votos: 5
13676 - Próximo conto de Tom Jones - Categoria: Heterosexual - Votos: 3
13787 - A ninfeta e o bad boy -1 - Categoria: Incesto - Votos: 2

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico tom jones

Nome do conto:
Sedutoras e Marrentas - Dois

Codigo do conto:
12440

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
06/05/2011

Quant.de Votos:
5

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


porno contos todos emgatados trenzinhoconto porno me estupraram sem piedadecontos veridico de incesto tirando o cabaco do cunhadinho bem dotadocontos fudi a mulher do meu irmaoкуколд эро комиксыmendigo gay pornoconto esposa do amigo gaycasada rabuda evangelicas safada irma e cunhada conto eroticocasada de vestido de piriguetecontos FuiComidaPeloMeu pastorcomendo a cunhada antes do casamentolindas mineira gostosa tocamdo siririca e esguinchando para cimavídeo de sexo com iníciado lésbicas novos contos eroticos de pastoresconto erotico insesto meladinhaesposadopada.contocontos eroticos sogro 2017conto erotico_tio do meu marido mi comeu na frente delemastubando xoxota e pai viu conto eroticoWww.bucetabraquinha.com.brcontos no colinho do vovôconto gay meu pai fodeu meu amigomoreno hetero contocontos sexo novinhas virgemsprofessora safada_quadrinho eroticoescravo gay contoHentai de coroa q ameaca nifeta em quadrinhoContos gay( Meu pai)contos eróticos vovó gay dando o cuMeu patrao dono da empresa que eu trabalho ele me convidou eu pra eu ir passear na sua lancha conto eroticosogra chego em casa e pego o genro de pal duro na cama dela xvidiopornoconto zoofilia o pone me quando cai estrupouConto erotico meu marido me acha bucetudoquadrinhos eroticos novela eroticasconto pornô de marido e chamando o sogro para poder ir junto com elecontos erotico maes safadas na praiaflanelinha conto30cm em mim contoscontos gay travestis seduxiu e chantageou deois.comconto de desmaiei com a pica do meu avô no meu curelatos eroticos ate que enfimprovoquei meu irmao e ele socou na minha bucetaesfrgou a rola nas parte intima da enteada.porno buceta grstisvídeo pornô massagista dando gostoso de bruço por Palmacasada deu pro primo roludo que saiu daprisao contocunhadinhacontoeroticoconto erotico gay escravo hetero pausudobaixar video xvideo piralho com pal piqueno comendo bucetacontos eroticos gays com homens de 25 cmcastidade esposa conto eroticopequenina conto eroticoconto erotico + filha dando pro encanadorfotonovelaxxx lesbicasconto erotico fui tirar satisfação e acabei chantageadamae e novinho conto erotoicocontos eroticos incesto brincando de casinhacontos aneguinha do cu frouxocontos eróticos de gay comi o meu colega de trabalhoconto erotico ninfeta chantagemconto erótico no cusocando a pica na ansãtruyen tranh sex milftoon lam tinh Voi me trong sieu thimacho peludo dotado fode bixscontos eroticos meninas jogando volei nuasDesenho em quadrinho pornomadrasta peladafamília pervertidaContos érotico de visinhas vigenscontos de prima safadinhaconto porno com fotos dei pro meu padrastoa forçasexo gostoso truncadocontos eroticos menino adotivo pe de mesavidio porno negro a desvirginar nifetinhasconto herotico brechei minha mulher em casa transando com quatro homem