sendo Putaria não só do meu padrasto

Click to this video!


Depois do primeiro dia que meu padrasto me fodeu, nós não paramos mais. Eu comecei a dormir pelada e só deixava minha roupa do lado do travesseiro, porque sabia que meu paizinho ia passar no meu quarto depois da minha mãe dormir e ia foder minha bucetinha até encher ela de porra. Toda noite ele passou a fazer isso. E como é gostoso.
Se eu acabei ficando grávida por causa disso? Sim. Fiquei. Mas nem eu nem ele eramos loucos de levar um filho pra frente e eu conhecia uma moça na rua que já tinha abortado algumas vezes. Eu pedi pra ela me levar onde ela ia (sem dizer de quem era o filho, claro) e abortei também. Não foi um processo indolor, mas era melhor do que ficar grávida.
Enfim… No primeiro ano que se passou desde que começamos a foder, foi fantástico. Fodiamos sempre que mamãe não estava em casa e quando ela dormia. As vezes eu ia sair com meus amigos, meu paizinho me levava e aproveitava pra me foder no carro, antes de me deixar no rolê. Era ótimo.
Mas depois de 1 ano fodendo, eu comecei a sentir que queria mais. Eu acho que sempre fui safadinha e adorava imaginar vários paus me fodendo, mas não sabia como meu padrasto ia reagir se eu falasse algo.
Um dia que meu padrasto tinha voltado pra casa mais cedo ele me fodeu gostoso na cama dele e aproveitamos pra ficar pelados e deitados um pouco, descansando. Eu meio no colo dele e ele passando a mão nas minhas costas e na minha bunda. Eu sabia que se não falasse nada eu ia continuar na vontade, então resolvi testar as aguas.
“Paizinho… Você me dividiria com alguém, um dia?”
“Depende putinha. Por que? Você ta querendo arrumar um namoradinho por ai?”
“Não papai. Não é bem por ai…”
“Então por que da pergunta, minha safada?”
“Você promete que não vai ficar bravo?”
“Claro que prometo, minha linda. Pode falar tudo pra mim. Eu ainda sou seu pai postiço”
Eu respirei fundo e resolvi falar de uma vez: “Então, é que eu tenho muita vontade de transar com mais de um cara ao mesmo tempo. Eu amo sua pica, mas queria mais uma ou duas me fodendo junto, sabe? Pra eu ficar bem lotada. Eu sinto muito tesão nisso.”
Pra minha surpresa ele riu, bateu na minha bunda e disse: “Era isso? Eu não ia ficar bravo com você e nem estou. Pelo contrário. Eu já vinha pensando em falar com você sobre isso.”
Eu toda surpresa e muito feliz perguntei o que ele vinha pensando. E ele disse:
“Eu tenho 2 amigos do trabalho que sempre que te veem comentam comigo o quanto você é linda e que eu tenho sorte de ter uma enteada tão gostosa como você em casa. O Felipe e o Pedro.” Eu sabia quem eram porque eles já tinham vindo em casa algumas vezes. “Eu nunca disse nada que eu te fodo, lógico, mas acho que se eu te oferecesse pra eles, eles ficariam quietos sobre eu te comer também. Até porque eles vão saber que não é forçado nem nada. O que você acha?”
Eu fiquei mega animada. O Pedro não é muito bonito não, mas ele é muito charmoso pro meu lado. E o Felipe tem um corpo maravilhoso, então eu já estava gostando muito da ideia.
Eu dei um beijo no meu pai e falei “Eu acho ótimo papai. Você consegue falar sobre isso com eles logo? Eu quero muito que isso dê certo”
Ele riu, deu um tapa na minha cara e disse: “Eu vou falar com eles ainda esse mês. Tenho que ir com jeitinho. Chamar eles num canto e conversar sobre isso. Agora dá uma ultima mamada no papai que eu tenho que arrumar a cama.”
Eu mamei com vontade na pica dele, mega animada com a possibilidade de ter vários paus pra mim, até ele gozar na minha boca e eu beber tudinho.
Nisso passou umas 2, 3 semanas e eu só esperando meu paizinho me falar se tinha dado certo ou não. Foi numa sexta que ele finalmente me deu a noticia.
Ele estava me levando pra um role e, como eu já esperava, ele parou numa rua mais deserta e fudeu meu cu antes de me deixar no lugar. Enquanto eu arrumava a calcinha ele disse:
“E eu vou te dar uma noticia antes do seu role”. Eu fiquei mega nervosa. Sabia que ia ser sobre os amigos dele e estava com medo de eles não terem topado. “O Felipe e o Pedro toparam te fuder comigo. Eles não vão falar nada sobre eu te comer, contanto que você foda com eles sempre que eles quiserem também.” Eu já estava com um puta sorriso na cara, de tão animada. “Eu disse que ia falar com você, mas pelo seu sorriso essa condição deles não vai ser um problema, né putinha?”
Ele riu e eu também e eu disse: “Você me conhece papai. Você sabe que eu gosto de pica. E você fez isso pra poder realizar minha fantasia. Eu vou foder com eles sim, sempre que eles quiserem. Mas você é minha prioridade sempre.”
Ele sorrindo deu um tapa na minha cara e disse que adorava o quão safada eu era. E disse que tudo bem. que ia falar com eles na segunda e que a gente ia combinar um dia e lugar pra fazer isso. Ele me deixou no role e eu estava mega feliz.
Na segunda, quando meu paizinho chegou do trabalho, eu já fui mega animada perguntando o que tinha sido combinado.
Ele disse: “Então: A gente resolveu que vamos fazer isso na sexta a noite, no mesmo motel que eu te levei daquela vez. Você vai falar pro seu pai e pra sua mãe que você vai dormir na casa de uma amiga e eu vou ligar de tarde pra sua mãe e falar que teve um imprevisto no trabalho e que pra resolver eu vou ter que ficar até muito tarde lá, com os dois. Você pega o onibus e encontra a gente no trabalho e de lá a gente vai se divertir.”
Eu não consigo nem falar o quanto eu fiquei animada. Não é sempre que a gente realiza um fetiche desses e saber que estava super perto de rolar me deixou MEGA feliz. Durante a semana eu combinei com minha melhor amiga pra ela me dar cobertura, caso a minha mãe ligasse. Não era provavel, já que minha mãe nunca liga, mas só por garantia, eu pedi isso pra ela. E ela topou, já que eu vivia fazendo isso pra ela também.
Quando a sexta chegou eu estava piscando de tanto tesão que já estava sentindo. Coloquei minha calcinha mais nova, mes vesti como sempre, bem putinha, e sai com uma mochila, só pra disfarçar. Peguei o onibus e depois de uns 40 minutos eu cheguei no trabalho do meu padrasto. Ele, o Felipe e o Pedro já estavam me esperando na entrada e, quando eu cheguei, dei um abraço apertado em todos e um beijinho no canto da boca. Meu padrasto riu um pouco da cara dos dois. Eles estavam praticamente me comendo com os olhos já. Fomos pro estacionamento e eu sentei no banco da frente, com meu padrasto e saimos pra ir pro motel.
Na rua, eu já comecei a punhetar meu padrasto e dar uns beijinhos no pescoço dele.
O Felipe olhou e disse: “Que injustiça. Ele te tem todinha pra ele todo dia e ainda recebe mais atenção do que a gente aqui?”
Eu ri, virei um pouco pra tras e disse: “Ele é meu paizinho. Ele tem que receber uma atenção especial. Mas relaxa. Eu sou uma boa putinha e vocês vão pode fazer o que quiserem comigo quando a gente chegar”
O Pedro riu, bateu no ombro do meu pai e disse: “Caralho mano. Você tem uma sorte do caralho. Que safada essa puta que você tem em casa. A gente pode arregaçar ela?”
Meu padrasto só riu e disse “Ela acabou de falar que vocês podem fazer o que quiserem com ela, então sim. Podem arregaçar essa vadia. Acho que ainda tem umas pregas no cu dela pra vocês rasgarem.”
O Felipe já estava apertando o pau dentro das calças e disse: “Caralho Rodrigão. Vai mais rápido. Meu pau ta querendo pular aqui já.”
Nós rimos e depois de mais uns 50 min, mais ou menos, por causa do congestionamento, nós chegamos. E o motel nem ficava tão longe do trabalho do meu padrasto.
No mesmo esquema, os homens deixaram os RGs e meu pai pagou a mais pra eu não precisar dar o meu.
Fomos pro quarto e eu nem vi o número dessa vez, mas nós e os caras sentaram na cama, que era maior do que a que meu padrasto e eu usamos quando fomos lá na primeira vez, e meu padrasto mandou eu tirar minha roupa.
Eu fiquei na frente deles e tirei minha roupa devagar, sensualizando um pouco. Quando fiquei peladinha, eu ajoelhei na frente do cara que estava no meio, o Felipe, e falei pra eles tirarem a roupa também.
Meu padrasto foi o único que tirou numa velocidade normal. Os outros dois estavam eufóricos já, mas eu evitei rir. Quando o Felipe tirou o pau na minha frente eu logo comecei a lamber e chupar. Enchia bem minha boca de saliva, cuspia no mau dele e chupava. Ao mesmo tempo eu tentei punhetar o pau do Pedro e do meu paizinho. Eles ficaram em pé dos meus lados e o Felipe segurou minha cabeça e começou a foder minha boca. Eles já estavam meio duros quando a gente começou, então não demorou muito pro pau do Felipe ficar bem duro e ele começar a foder minha garganta.
“Deixa ela chupar aqui também, mano” o Pedro pediu.
O Felipe soltou minha cabeça falando “Caralho, que boqueteira gostosa. Experimenta essa boquinha, cara”. Eu virei e o Pedro socou o pau na minha boca, puxando meu cabelo e eu comecei a punhetar o Felipe também.
O pau do felipe me decepcionou um pouco. Não era pequeno, mas era meio fino. Mas o pau do Pedro… Esse me surpreendeu. Um cabeçona grande, gorda, o pau bem grosso e veiudo, sacudo, peludo, uma delicia. Se não fosse a prática de chupar o pau do meu paizinho, eu não teria conseguido chupar o pau dele. Mas eu consegui relaxar o suficiente pra ele atolar minha garganta, me deixando sem ar.
“Caralho, que boquinha é essa? Caralho! Que puta maravilhosa, porra. Chupa meu saco, vai”
Ele soltou minha cabeça e segurou o pau pra cima, deixando as bolas a mostra e eu comecei a chupar, uma de cada vez. Dei mais uma lambida longa ate a cabeçinha e virei pro meu papai e abri bem a boca.
“A putinha é tão bem criada na rola que já sabe como receber meu pau”. Meu padrasto disse, rindo, e socou o pau na minha garganta, do jeitinho que eu gosto.
O Felipe disse: “Tras essa puta aqui pra cima da cama. Eu quero ela sentada no meu pau”
O Felipe deitou e eu sentei com a minha buceta no seu pau. Pra quem já fodia sempre com um pau bem mais gostoso, eu não senti tanto tesão, mas continuei rebolando, até que ele me segurou e começou a me foder, enquanto eu voltava a pica do papai e punhetar o Pedro.
Até que meu papai falou que ia ir pro tras, que tava afim de come meu cu. E o Pedro segurou minha cara com as duas mãos e mandou eu abrir a boca.
Eu abri o máximo que eu conseguia e ele começou a foder minha garganta. nossa, que delicia. Eu estava toda preenchida com vários paus e nossa, como é gostoso.
Os caras gemiam, me batiam na cara, nos peitos, em tudo, falavam como eu era uma puta gostosa, que eu era uma delicia, que iam me encher todinha e caralho, eu tava louca.
Mas eu queria mais. Eu queria sentir o pau do Pedro me arregaçando. E acho que ele leu minha mente.
“Ow, Rodrigão, deixa eu foder esse cu também. Ela já mamou bem no meu pau. Uma putinha muito talentosa”
Meu padrasto saiu e veio pra minha boca e eu voltei a ter a garganta fodida. Mas nossa, eu não aguentei. Tive que parar um pouco e gritar de tesão quando o Pedro começou a enfiar no meu cu. O pau dele é tão gostoso que mesmo meu cu já estando larguinho de tanto levar rola, a tora dele parecia me arrombar de novo.
Meu pai riu e disse: “Viu? Eu falei que ainda tinha umas pregas pra vocês rasgarem”
O Pedro gemendo atras de mim e falando “Caralho! Que cu gostoso! Eu vou terminar de rasgar ele todinho”
E até então só tinha entrado a cabeçinha e um pouco do pau, mas depois que ele falou isso ele enfiou até o saco bater em mim. Eu gritei, mas meu paizinho abafou socando a pica dele na minha garganta de novo.
Eu não consigo nem descrever a delicia que estava aquilo. Logo o Felipe gozou dentro da minha buceta, sem camisinha e assim que ele saiu debaixo de mim, o Pedro me segurou, deitou e me fez ficar meio deitada com o cu nele. Meu pai veio por cima e enfiou o pau na minha buceta e começou a bombar gostoso. e o Felipe me fez deitar um pouco mais, puxou minha cabeça pra tras e começou a foder minha boca também. Nessa posição ele conseguia enfiar o pau dele até as bolas baterem no meu nariz e isso foi o mais gostoso que ele fez comigo naquela noite.
O Felipe me decepcionou um pouco. Não demorou muito depois que eu estava mamando nele pra ele gozar de novo, um pouco, cansar e ir no banheiro se lavar.
Mas, pelo menos, eu tinha o Pedro e o meu paizinho.
os dois me fodiam forte, gostoso, me arrombando todinha. Até meu pai perguntar: “Ow, Pedrão, você acha que a buceta ou o cu dessa puta aguenta dois paus de uma vez?”
Eu arregalei os olhos e falei “Não papai. Você é louco? Isso não é possível. Vai me rasgar de verdade”
Ele teu um puta tapa na minha cara, que doeu de verdade, e disse: “Cala a tua boca, sua puta. Aqui você só usa ela pra gemer, pedir mais ou mamar. Você é uma vadia arrombada, sua buceta e seu cu vão aguentar. Topa Pedrão?”
“Quanto mais eu arregaçar essa puta, mais eu vou lotar ela gostoso com a minha porra. Deixa só eu comer um pouco essa buceta, pra eu sentir ela gostoso”
Meu pai saiu de mim, o Pedro me colocou na cama bem aberta pra ele e mandou eu segurar minhas pernas bem perto da minha cabeça. Eu fiz como ele mandou e como eu estava deitada pra lateral da cama, meu pai me puxou um pouco pra beirada e voltou a foder minha boca que nem o Felipe tinha fodido. O Pedro me chupou um pouco, disse que minha bucetinha tinha um gosto delicioso e logo começou a foder ela também.
A pica dele tava me arregaçando e ele gemia muito em cima de mim, falando o quanto minha buceta é gostosa. Mesmo com medo deles enfiarem os dois paus de uma vez nela, eu não consegui não me melar ainda mais com aquele pauzão gostoso me fodendo tão forte. Ele não demorou muito, saiu de cima, maus paizinho me soltou e o Pedro me puxou pra sentar no pau dele. Eu rebolei um pouco e logo meu pai estava atras de mim e fez eu deitar em cima do Pedro. Logo, eu senti o pau do meu padrasto na minha bucetinha também e o Pedro ficou parado.
Meu padrasto começou a enfiar dois dedos junto com o pau do Pedro, mas ir me alargando. Logo, ele enfiou 3 dedos. Não vou dizer que não doeu, porque doeu muito. Mas com o Pedro mamando nos meus peitos e brincando com meu grelinho, estava gostoso também.
Logo eu senti o pau do meu padrasto na minha entradinha também. Eu tentei relaxar, pra fazer doer menos, mas não deixou de doer. Ele demorou uns 5 minutos pra conseguir enfiar só a cabeçinha, mas quando ele enfiou eu senti como se um caminhão pudesse passar pela minha buceta. Ali eu descobri o que significava ‘ser arrombada’. Eu tentava não gritar, mas doia tanto que eu não conseguia ficar quieta.
Nisso o Felipe saiu do banheiro e viu o que eles estavam fazendo.
“Caralho gente. Vocês querem arrombar ela de verdade, hein?”
meu paizinho respondeu: “É pra isso que puta serve. Ser arrombada de verdade.”
E o Pedro disse: “Mas ela não consegue ficar quieta. Soca teu pau na boca dessa puta e cala a boca dela, vai”
O Felipe riu e fez exatamente isso. O pau dele estava mole, mas ele continuou enfiando na minha boca mesmo assim, mandando eu deixar ele duro.
Meu paizinho pediu pro Pedro ficar parado ainda mais um tempo, que ele tava quase conseguindo enfiar metade do pau dele em mim. Eu estava chorando, mas não podia falar nada porque o Felipe tava com o pau endurecendo já. E quanto mais duro o pau dele ficava, mais ele socava na minha boca.
Mais uns minutos depois meu pai e o Pedro estavam me fodendo. Os dois juntos, na minha buceta. Eles estavam indo devagar, pra um não empurrar o pau do outro pra fora. E aquilo começou a me excitar de uma forma que eu não conhecia ainda. Eu comecei a gemer no pau do Felipe e de novo fiquei meio triste de ver que ele não demorou pra gozar.
Mas o Pedro e o meu pai ficaram me fodendo por mais muito tempo. Eles acharam um ritmo legal, um pouco mais rapido e conseguiram me foder muito gostoso. Eu gozei muito gostoso sentindo os dois dentro de mim e pouco depois de eu gozar, eles também gozaram.
Eu fiquei lotada de porra e com a buceta toda inchada, depois da foda toda. A foto do conto é uma foto que eles tiraram logo depois de gozarem.
Eu fiquei toda dolorida, mas foi ótimo. eles foram se lavar, mas meu pai mandou eu pegar a porra que estava saindo e beber e depois colocar minha roupa. Não era pra eu me lavar e eu tinha que ficar com a buceta cheia da porra deles.
Eu não reclamei, só fiz o que ele mandou. Descansamos um pouco e depois voltamos pro trabalho do meu pai.Meu paizinho parou um pouco antes do trabalho e eu me despedi dos dois com um beijo bem gostoso.
Eu tive que ficar uma semana sem foder, pra me recuperar um pouco. Mas depois eu comecei a gostar muito de foder com o Pedro e com o meu paizinho. Eu não gosto muito de foder com o Felipe, mas eu fodo mesmo assim pra ele ficar quieto sobre meu paizinho.
Esse foi só o começo dos nossos fetiches

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


42070 - meu primeiro trabalho, e que trabalho - Categoria: Heterosexual - Votos: 27
43626 - Meu padrasto e seu amigo me arrombaram - Categoria: Incesto - Votos: 32
43628 - Fui arrombada por tres amigos na ca de praia - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 18
43629 - Meu chefe me arrombou - Categoria: Heterosexual - Votos: 15
43630 - Rapinha na hora do almoço - Categoria: Heterosexual - Votos: 9
43739 - mas um dia de xuva c meu patrao - Categoria: Heterosexual - Votos: 8
43910 - Dando de mmar no metro - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 17
43911 - Traindo meu marido com meu patrao - Categoria: Heterosexual - Votos: 23
43913 - Meu tio meu marido - Categoria: Incesto - Votos: 8
43915 - Fui ao estadio puta e voltei gravida - Categoria: Heterosexual - Votos: 14
44567 - Pedreiro amante fiel - Categoria: Heterosexual - Votos: 8
49108 - o chefe do meu marido - Categoria: Traição/Corno - Votos: 14
49496 - Despedida de solteira e uma gravidez - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
62917 - Tesao pelo irmao - Categoria: Incesto - Votos: 9
62955 - Dando para o chefe - Categoria: Heterosexual - Votos: 9
63898 - Meu marido não quis minha bunda, dei pro vizinho - Categoria: Traição/Corno - Votos: 35
63900 - Estocada na entrevista de emprego - Categoria: Heterosexual - Votos: 20
70068 - Empregada, patrao e o marido corno - Categoria: Traição/Corno - Votos: 35
70102 - quando engravidei do meu cunhado - Categoria: Incesto - Votos: 8
70103 - transei com meu cunhado e acabei engravidando dele - Categoria: Incesto - Votos: 9
70105 - meu ex padrasto - Categoria: Incesto - Votos: 4
70107 - apaixonada pelo meu padrasto - Categoria: Incesto - Votos: 5
70136 - engravidei do meu sogro - Categoria: Incesto - Votos: 13
70139 - o primo do meu marido - Categoria: Incesto - Votos: 7
70146 - ligeiramente gravida - Categoria: Heterosexual - Votos: 3
70162 - Transei c o chefe do meu marido para ser promovido - Categoria: Heterosexual - Votos: 9
70171 - feliz por ter traido meu marido - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
70215 - meu sogro me transformou em putinha - Categoria: Incesto - Votos: 10
73206 - estou gravida do meu pai - Categoria: Incesto - Votos: 12
73207 - Pai tarado - Categoria: Incesto - Votos: 17
73514 - Amante do pastor - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
74311 - SAI PARA CAMINHAR NO PARQUE E ENCONTREI UM JOVEM Q - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
74314 - meu padrasto m come - Categoria: Incesto - Votos: 22
74316 - Perdi a noção do perigo - Categoria: Traição/Corno - Votos: 31
81628 - Chupei o pastor e fui enrabada - Categoria: Heterosexual - Votos: 13
81629 - Chupei três velhinhos da minha igreja e dei o cuzi - Categoria: Coroas - Votos: 9
81630 - Meu primo e meu irmao no sofa - Categoria: Incesto - Votos: 6
81631 - quando chupei meu professor - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
81632 - Meu sogro precisava e dei com amor - Categoria: Incesto - Votos: 17
81679 - O filho nao deu conta, mas meu sogro me fodi - Categoria: Incesto - Votos: 14
81690 - Meu pai tarado - Categoria: Incesto - Votos: 10
83093 - comida pelo pai da amiga - Categoria: Coroas - Votos: 9
83109 - Dormi na virgilia e o pastor me comeu - Categoria: Heterosexual - Votos: 7
83115 - meu padrasto me chupou no aviao - Categoria: Incesto - Votos: 3
83116 - Dando para o padrasto da minha amiga - Categoria: Heterosexual - Votos: 3
83261 - meu sogro tinha um pauzao e agora é meu macho - Categoria: Incesto - Votos: 16
86755 - Transei com meu pai de criação - Categoria: Incesto - Votos: 6
86758 - Meu tio tirou meu cabaço - Categoria: Incesto - Votos: 7
90557 - engravidei do meu tio - Categoria: Incesto - Votos: 5
90566 - engravidei do meu tio - Categoria: Incesto - Votos: 4
90710 - não sei se o filho é do meu namorado ou do meu pri - Categoria: Incesto - Votos: 6
90712 - meu ginecologista me comeu no seu consultório - Categoria: Heterosexual - Votos: 9
91029 - dei no ônibus da excursão - Categoria: Heterosexual - Votos: 8
91469 - caindo na picanha do pedreiro - Categoria: Heterosexual - Votos: 5
91473 - esposa crente e o pastor safado - Categoria: Traição/Corno - Votos: 20
91474 - era pra ser só um encontro de jovens no sitio do p - Categoria: Coroas - Votos: 6
91631 - meu sogro é o pai dos meus filhos - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
91640 - meu sogro um homem saciavel - Categoria: Incesto - Votos: 10
91643 - meu sogro me ensinou a ser puta - Categoria: Incesto - Votos: 11
91752 - na ausência do marido dei pro vizinho - Categoria: Traição/Corno - Votos: 32
91841 - meu noivo não sabe - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
92347 - meu patrão me comeu de 4 em cima de sua mesa - Categoria: Heterosexual - Votos: 10
92895 - Paibebado e filha tarada - Categoria: Incesto - Votos: 9
93492 - fudida pelo meu tio na piscina - Categoria: Incesto - Votos: 4
93495 - meu cunhado m comeu no mato - Categoria: Incesto - Votos: 7
94881 - meu pai e eu no aeroporto - Categoria: Incesto - Votos: 8
94882 - meu irmao meu amante - Categoria: Incesto - Votos: 12
111799 - meus peritos seduziram meu pai - Categoria: Incesto - Votos: 9
111813 - trepando com o meu primo no carro - Categoria: Incesto - Votos: 3
111814 - fedida pelo tio e pelo caseiro no sitio das taras - Categoria: Incesto - Votos: 2
111815 - Da curiosidade achei dando pro meu avo - Categoria: Incesto - Votos: 6
111816 - pedalando com o papai - Categoria: Incesto - Votos: 11

Ficha do conto

Foto Perfil thataradinharj
tharada

Nome do conto:
sendo Putaria não só do meu padrasto

Codigo do conto:
111798

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
16/01/2018

Quant.de Votos:
9

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


contos eroticos trai meu marido quando ele viajou com dois rokudosavo pelada e cu de margarinaquadradinho errotico com negão com pau gigantehenta quadrinhoporno pedreiro sortudoconto erotico de fudendo bucetuda grundandoporno diarista abuzou contosGay dando em Alagoascasada urra com caminhoneiro dotado.contos eroticos mae e filho Mozcalca camuflada e pau duro porno gayMeus tios fodia minha mãe. Conto erotico heterosexual.contos eroticos cunhada se acidentouconto viado pede e imploragostosa gritando porgue o cara pausudo coloca ate o talo no cu da bunduda xvidioMinha Furry Conto Eroticoquadrinhos eróticos lactofiliaconto eroticofudendo o vu da empregada junto com a esposaaprendendo a ser putinha/contosxvideis 2017comi a minha tiaconto erotico parecia uma mandiocaMamando o genro contoseroticosConto erotico emquadrinho corno chupaofiquei louco pelo meu mehlor amigo part 1Minha sogra pelada casaria com aquele mulherãoconto erotico de gravidaporno.com gostosa casada deixa seu corno fazer uma surpresa no jantar com o pausadocontos eroticos padrinho agora quer todo diacontos eroticos comendo sua madrasta gostosacasada anaocontos eroticostetas sendo mamadas lactofilianovinhas e seus contos pornoultimos contos sadocontos eroticos Chiquititasmagrinha casada itu hotelconto erotico boqueteiracontos eroticos panela velhafotonovela porno cornosDragao ball z hentay quadrinhos gayminha mulher e filhas os pedreiros entai e contos eroticoscontos fodas oficinaconto erotico os padres chuparm minha bucetinhasirirca pro meu filho contocontos banheiro gaycontoseroticos ilustrados de gravidasContos eroticos com minha maeContos.shortinho.curto.enlouquece.filhocontos eróticos eu era uma menina ainda e o porteiro me ...contos eroticos experimentei viado amigo gayo pau do meu irmao contoscorno bebendo mijo contoHomem iniciando virgem curiosa contos eroticoscontos eroticos tias com subrinhascewe sd memekContodebucetagêmeospornocontosconto erotico minha namorada dançando forro com meu tioconto erotico vi minha sogra se masturbacontos casada e a vizinha dando e tomando porrainperador bucetudapedi meu pai pra gozar dentro da minha buceta, contoquadrinhospornconto erótico amamentaçãoconto erotico filha e sogra e ex presidiarioMinha filha tem buceta bem tufadinha e grandi ve contosconto casada pinto itu cornonovinha da a buceta no restaurante na área de repousogarotinha sapekinha da bucetinha gorda em contos eroticosbanda desenhada pornoContos erotico papai tirou minha virgindadescatvedeoAnal gay fuderoso de chorarhentai quadrinho chavesconto etrotico de bunduda fazendo dp com macacosporno em quadrinho comendo mae conto boquete no amigo heterocontos gay apartamentocontos eroticos gay chiquititasbatendo punheta de chinelo contosconto esposa chorando na pica do sogrochupei na faculdade contoscontos gravidas trai fotosporno amador novinha tendo orgasmo prolongadoporno conto erotico abusdo pelo tio e pelo cavalocontos erótico com mendigacontos de coroas da bunda grandecontos de corno esposa gravida de outropés gordinhos contos eroticosconto erotico come o cu da minha irma gordaconduzindo o trenzinho 3 maes casadas fudendo na pica do filho ate gosar