O meu sobrinho era meio estranho


Click to Download this video!


Tenho 50 anos e nunca trabalhei. Casei com o Alberto, que é um alto quadro de uma multinacional e temos tido uma boa vida do ponto de vista financeiro. Não tivemos filhos e eu passei a vida fazendo ginásio, cuidando de mim, encontrando-me com as minhas amigas, enfim uma vida fútil. O Alberto passa muito tempo viajando e só á pouco tempo realizei o quanto sozinha e carente me sentia. Por isso, recebi com agrado a notícia de que o nosso sobrinho Marcos viria estudar para a faculdade de Economia da nossa cidade e ficaria a viver em nossa casa.

O Marcos era ainda um garoto, meio envergonhado, falava pouco e olhava para mim sempre de forma meio tímida. Quando comecei a encontrar as minhas cuequinhas manchadas no chão do banheiro, devia ter percebido o que o Marcos faria com elas. Mas na altura não percebi.

Tudo começou, quando ele se sentiu mal e o levei ao médico. O meu marido estava de viagem, pelo que tive eu de ir com ele. Fiquei preocupada, quando o médico me veio chamar á sala de espera. O que seria de tão grave?. O Marcos estava deitado numa maca e estava nu. Pude observar como o pau do meu sobrinho era enorme. Mesmo mole era maior do que o do meu marido duro. O médico disse que necessitava que ele fizesse um exame ao esperma, para dissipar umas dúvidas. Me disse que ele era virgem e que lhe estava faltando alguma atividade sexual.

Nesse dia acompanhei o Marcos ao centro de análises. Disse-lhe para não se preocupar, pois as mulheres também faziam algumas análises e exames ao seu sexo. Eu mesmo durante a minha vida já tinha feito algumas. Fiquei numa salinha de espera, enquanto o Marcos foi com um frasco para um banheiro. Ao fim de algum tempo, o garoto me chamou. Ele estava nervoso e não conseguia. Eu então entrei para o banheiro e disse-lhe para ficar calmo. Abri alguns botões da minha camisa e mostrei-lhe o meu peito. Tinha um soutien de renda, que dava para perceber os contornos do meu peito, podendo observar-se os seus bicos. O rapaz, pediu então para me tocar. Deixei, que ele me apalpasse. O rapaz passava às mãos pelos meus seios, apertava-os, sentia-os, até que inadvertidamente o fecho se abriu e fiquei com as mamas á mercê do garoto. O banheiro era apertado, pelo que não dava para me afastar. Foi então, que o Marcos caiu de boca nos meus seios. O garoto deu-me um banho de língua nos meus seios, enquanto os chupava e os sugava. Aflita, pedi-lhe para não deixar marcas nos meus seios. Os meus bicos tinham endurecido e eu estava possuída de uma excitação, como á muito não sentia. Sem processar o que estava fazendo, me agachei e deixei o meu sobrinho passar o seu enorme caralho pelos meus seios. Depois apertei os meus seios, ensanduichando o pau do Marcos, que começou logo num vai e vem fodendo os meus seios. Disse-lhe que quando se estivesse a vir, que colocasse o pau no frasco, para recolher o esperma. Acho, que ele nem me ouviu. Continuou num vai e vem, até me encher o peito de esperma. Depois eu ele fomos recolhendo o esperma do meu peito e colocando cuidadosamente no frasco.

No dia seguinte, tanto ele, como eu estávamos um pouco envergonhado, com o que tinha acontecido. Resolvi ter uma conversa com ele e dizer-lhe que ninguém podia saber o que se tinha passado. Disse-lhe até, que se o tio soubesse, nos matava aos dois. O garoto, disse-me então que eu podia ficar descansada, que não contaria a ninguém. Disse-me então que sempre tinha sonhado comigo e que tinha sido super gostoso, ter-me sentido os seios. Que nos seus sonhos, já me tinha beijado, que até tinha ido um pouco mais longe. Perguntei-lhe o quanto mais longe? Disse-me então que se tinha masturbado centenas de vezes, sonhando que fazíamos sexo.

Foi nessa altura que me disse que me queria pedir uma coisa. O meu coração batia a mil á hora, sem saber o que ele me pediria. Foi aí que ele me disse que me queria beijar e que depois tudo terminaria entre nós. Não achei nada demais e deixei-o beijar-me de língua. Um beijo molhado e demorado. Um beijo longo, que me deixou molhada de excitação. Um beijo que demorou tanto, que levou o garoto a pegar a minha mão e a levá-la até ao seu caralho. Era enorme e duro, senti-o, massajei-o e senti uma excitação enorme a percorrer por todo o meu corpo, quando senti a mão do garoto a percorrer as minhas pernas e a tocar na minha buceta por cima das cuequinhas. Ele sentiu as minhas cuequinhas molhadas e me perguntou se eu tinha feito xixi. Disse para ele se deitar no chão e tirei as minhas cuequinhas. Levantei a saia e me sentei na cara do Marcos, dizendo-lhe para passar a língua na minha buceta. Ele passou-a devagar e sentiu o gosto do meu gozo. Perguntei-lhe se era gostoso. O garoto respondeu-me que sim, que era super gostoso. Depois levantei-me e comecei a dirigir-me para o meu quarto, enquanto ia tirando peça a peça de roupa, até ficar completamente nua.

Então, deixando a porta do quarto entre aberta, me coloquei em cima da cama de gatas. O garoto, tal como eu esperava, ficou me observando e depois veio atrás de mim. Posicionou-se atrás de mim e pincelou a minha buceta,...., depois numa só estocada enterrou bem fundo o seu caralho. Então começou a foder-me com força. Só se ouvia as bolas do garoto a bater em mim, num som seco e intervalado pelos meus gemidos. Depois mudámos de posição e eu ficámos na posição de papai mamãe. Aí pude observar o olhar estranho e alucinado do garoto enquanto me fodia. Quase parecia um esturpo. Enfiava o pau todo até ao talo, tocando-me no útero e levando-me a gemer, num misto de dor e de prazer. Ele pouco se importava comigo, e me fodia com força. Eu tinha de me agarrar ás grades da cama para não cair. Excitava-me a forma violenta como o garoto me fodia. Quando me estava quase a vir, gritei para o garoto não parar. Ele não parou e eu me vim num violento orgasmo. Cai na cama esgotada. Mas o garoto ainda não estava saciado. Passou a glande vermelha do seu pau, pelos meus lábios. Comecei então a chupar e a lamber o seu pau, durante um longo tempo, até o garoto sem me avisar me encher a boca de porra. Pela primeira vez engoli a porra de um homem.

Até o meu marido regressar, fodemos como coelhos. Várias vezes ao dia e em qualquer lugar. O garoto era meio estranho e só pensava em sexo. Eu me viciei na enorme rola do garoto. Quando o meu marido regressava a casa, nós parávamos, para recomeçarmos, quando ele partia novamente de viagem.

Espero que ele demore muito tempo a tirar a faculdade.

Foto 1 do Conto erotico: O meu sobrinho era meio estranho

Foto 2 do Conto erotico: O meu sobrinho era meio estranho

Foto 3 do Conto erotico: O meu sobrinho era meio estranho

Foto 4 do Conto erotico: O meu sobrinho era meio estranho


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario indiocarente

indiocarente Comentou em 06/12/2017

Adorei seu conto ...tenho uma tia safada que quando encontro nas férias sempre q da nos fode

foto perfil usuario sograrb

sograrb Comentou em 05/12/2017

È uma delicia um pau grande. Adoro um bem grande.

foto perfil usuario boquinha de mel

boquinha de mel Comentou em 03/12/2017

Muito bom o conto, a que aproveitar a vida da melhor maneira e dar umas boas quecas é prefeito.

foto perfil usuario maysoujun

maysoujun Comentou em 02/12/2017

uma safada quando ganha uma rola dessa em casa, fica fez,mas faz estrago tambem, assim como vc fez.




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


92847 - Trai o meu marido com o amigo do nosso filho - Categoria: Fantasias - Votos: 65
92962 - Trai o meu marido e ele gostou - Categoria: Traição/Corno - Votos: 52
96941 - Estava grávida de 7 meses, quando liquidei a dívida ao agiota - Categoria: Traição/Corno - Votos: 72
97607 - Crónicas de uma mulher casada e bem comportada - Categoria: Traição/Corno - Votos: 42
98218 - Fiquei colada ao meu Dog - Categoria: Zoofilia - Votos: 69
101871 - Fui assediada pelo meu sobrinho novinho - Categoria: Coroas - Votos: 61
101927 - Vendi-me por necessidade e o meu marido soube - Categoria: Coroas - Votos: 48
105699 - O meu sogro tornou-se meu dono e vendeu-me num leilão - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 33
105845 - Real - Fui sodomizada por colega novinho e contei ao meu marido - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 33
105915 - O meu sogro comeu-me com 7 meses de gravidez - Real - Categoria: Incesto - Votos: 53
106919 - Real - Eu e a mamãe fomos comidas - Categoria: Fantasias - Votos: 44
110116 - Eu e a minha esposa numa casa de swing - Real - Categoria: Traição/Corno - Votos: 49
111025 - Levando porra dos amigos do marido - Categoria: Traição/Corno - Votos: 45
112651 - Real - Casada e com um filho tive de trair o meu marido - Categoria: Traição/Corno - Votos: 47
114598 - O pirralho me chantageou - Real - Categoria: Coroas - Votos: 40
115970 - O meu patrão me come e meu marido não sabe - Categoria: Traição/Corno - Votos: 42
119261 - Como coloquei chifres no meu marido era manso - Categoria: Traição/Corno - Votos: 25

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico donajoana

Nome do conto:
O meu sobrinho era meio estranho

Codigo do conto:
109806

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
02/12/2017

Quant.de Votos:
35

Quant.de Fotos:
4


Online porn video at mobile phone


contos eroticos prima calcinhaarregaçando conto heterocontos eroticos transando com a sogra drogadaConto erotico de Recife com videofui penetrada por um jumento num hotel, traição. conto eróticocontos+casada+traindo+com+estoria+em+gradrinhocontoeroticocornoirmaodiarista tesuda trepando com patrão contomoztravestiContos eroticos com coroascontos de virgindade e tesao ilustrativascontos eroticos encanador brPorno em quadrinhos mae dormindo e se assustar o filho fudendo ela todinhacontos eeoticos pais e filhosPorno mae gravida e sogroconto erotico namoradaganguebang com a esposa na pescaria contoconto 3 gozadas no cuultimos conto sadoquadradinho porno bbarComtos eroticos troca de cazais perdeu a aposta e um pau de 24cm entrou de uma ves no seu cuconto erotico bundona da coroaconto erótico de gay fodendo com lixeroporno da freira em quadrinhodei a buceta pro borracheiro contos eroticoscontos eroticos com july fotos.ALEX_pirocudo.spcontoeroticoabusoQuadradinho eróticoas banda desenhada mãe safadacontos eroticos minha mulher nao aguento o roludo no cinemaconto esposa nua na saunaconto erotico exibionismo para meu paiconto gozando gostoso no onibuscontos eróticos treinadores e dono da academia come viadomenina rabuda indo ao delirio na dupla penetracaocontos erotico maê fingindo que esta dormindoa vovo bundudacontos erotico pai e finho ..chupao rolas e bucetasru esrou gozando painhoconto erotico cunhada masturbandoprono quadrinhos contos eroticos dividindo corno do Tapajós ultimos contos sadoconto herotico entre duas irmastraiçao punheta publico video contosgravidas tarada traindo maridoFoto pornô padrinho tanzâ com afilhadaa travestis com o maior penis do mundocontos eróticos de incestos com avó bebendo pora do netocaipiras gays gozando com muito carinhocontos fui seduzida pelo meu filho adoreifoto meu marido pauzodoa meni.inha da enpregada contos eroticoscontos arrombando a filhaContos eroticos gays pescador dotadoconto erotico sogra bundudaconto o padrasto comeu o meu cu que eu me caqueialemãozinhos gay trepando com seu primcontoerotico enteada saradaConto erotico/coroa caronistaconto erotico gay o gurizinho e o negao antigocontos eroticos apostei minha mulher erodocos quadrinho cunhadascantos eroticos so casado mais dou meu cuzaoconto erotico minha amiga de presente pro meu maridocom a sogra em casa contoscontos eroticos com sogro gay gordonudes+das+mulheris+mais+lunda+do+mundoporno gay virando femiaConto de sexo explicito com peão