COMO DESCOBRI UMA VERDADEIRA PUTA


Click to Download this video!


By aventura.ctba

Olá caros leitores, meu nome é Carlos. Tenho 42 anos, 1,70m, moreno claro, cabelos e olhos castanhos, apesar da minha idade e uma barriguinha de cerveja ainda faço sucesso com as mulheres. Não sou bem dotado como os personagens da maioria dos contos eróticos. Meu pau tem 16 cm, me orgulho muito dele por até agora nunca ter me deixado na mão. O que vou narrar aqui é a pura verdade, não teria motivo para inventar tudo isso que me aconteceu. Bem vamos ao conto. Faz alguns anos que não vejo minha irmã Claudia que mora em Brasília. Quando soube que ela estava de passagem por Curitiba e ia nos fazer uma visita quase não acreditei. Fiquei muito feliz, pois, apesar de morarmos longe e dificilmente estarmos juntos, nos falamos quase todas as semanas por telefone. Liguei para ela e ela disse que estava com um casal de amigos, e, aproveitando o feriado da semana da Pátria, resolveram dar uma esticada até aqui para matar a saudade e aproveitar para espantar o estress da vida agitada que levam. Combinamos de reunir a família numa chácara que temos na Região Metropolitana de Curitiba, lugar ideal para um final de semana junto da natureza e longe do agito da Cidade. Fui o primeiro a chegar para adiantar as coisas, enquanto o caseiro lidava com os animais e cuidava da limpeza eu e minha esposa, fomos às compras para prepararmos um bom churrasco para o pessoal. Quando voltamos da cidade, meu irmão com a família já tinha chegado, e em pouco tempo o local já estava agitado, veio primos, tios, sobrinhos, amigos da família, etc... Pouco antes do meio dia chega minha irmã Claudia, e seus amigos, que eram esperados por todos. A alegria era geral, Claudia tem 2 anos a mais que eu. Sempre nos demos muito bem quando éramos crianças, e como disse antes, mesmo a distância sempre nos falávamos por telefone. Claudia já tinha me falado da Samantha sua melhor amiga. Claudia nos apresentou Renato marido de Samantha, devia ter uns 35 anos, alto, moreno, muito gente boa. Logo fez amizade com a turma e após umas cervejas já animado contava piadas para o pessoal. Pelo jeito estava agradando pois as gargalhadas eram ouvido a distância. Logo que vi Samantha algo me tocou forte por dentro, ela é simplesmente linda, mais ou menos 1,70m, uns 60kg, morena clara, olhos amendoados cor de mel, cabelos castanhos longos e lisos quase na cintura, seios de médio para grande mas firmes, os biquinhos do seios quase furava uma camisetinha branca que usava e o decote era de deixar qualquer um de queixo caído. Pernas bem torneadas, coxas grossas, uma bundinha grande bem feita e durinha, uma loucura. Depois fiquei sabendo que tinha 28 aninhos mas que ninguém dava mais de 22 para aquela gostosura. Procurei fazer amizade com ela rapidamente e, sempre que dava, arranjava um jeito de me esfregar naquela bundinha. Tinha que comer aquela gata de qualquer jeito, mas não sabia como, pois, além da quantidade de gente que estava na chácara, minha esposa não largava do meu pé, e Samantha fazia questão de demonstrar que adorava seu marido. Procurei minha irmã e perguntei sobre Samantha ela sacou logo minha intenção, e disse: Você não tem jeito mesmo não é seu safado? Mas quem sabe você não tenha alguma chance! Ela me confidenciou, que apesar de gostar muito do Renato, ele não a satisfaz na cama, chegou a me confessar que nunca teve um orgasmo. Não acreditei no que ouvi e já arquitetava um plano para foder aquela Deusa. A casa principal da chácara, fica no lugar mais alto do terreno, a casa do caseiro fica um pouco ao lado. A uns 50m da casa, mais abaixo, ficam 3 tanques de peixes, e uma piscina de água natural, uma delícia no verão. Logo acima dos tanques uns 90 a 100m da casa, fica um pomar com bastante variedades de frutas, que por ser uma exigência nossa, o caseiro mantém sempre limpo. E logo depois do pomar o terreno é composto por matas nativa. Dentre as árvores frutíferas a que mais se destaca é uma mangueira alta e frondosa com galhos chegando quase ao chão, um ótimo lugar para dar uma trepada bem gostosa, já tinha fodido minha esposa algumas vezes debaixo daquela mangueira. O lugar era ideal, pois quando escurece da casa não da para ver nada no pomar, mas de lá da para ver todo o movimento da casa. O pessoal continuava animado, uns jogando truco, a criançada se divertiam no Videokê, minha irmã tinha colocado no som um vanerão, ritmo gaúcho muito apreciado aqui no sul, alguns começaram a dançar, aproveitei que minha esposa estava na cozinha ajudando a preparar o almoço, e Renato estava nos tanques de peixe distraído com a pescaria, tirei Samantha para dançar, ela disse que não sabia dançar esse tipo de música, mas com muita insistência prometendo ensiná-la ela topou. Agarrei aquela potranca e apertei forte contra meu corpo, com o contato dos seus peitões e o bate coxa, meu pau não demorou à dar sinal de vida, em pouco tempo estava duro que nem uma pedra. Fiquei com receio dela se esquivar, mas ela continuou como se nada tivesse acontecendo, então olhei para os lados e vi que ninguém reparava em nós a puxei pela cintura e esfreguei com gosto meu pau naquela gostosa, ela sentindo meu pau roçando nas suas pernas, ajudava também no embalo da dança. A música acabou, e como um adolescente corri para o banheiro e me acabei numa punheta, acho que ela percebeu, pois quando saí do banheiro ela estava no corredor e me olhou com um sorrisinho cínico no rosto. A noite prometia, eu tinha certeza que aquela gata ia gemer no meu pau. Logo o almoço foi servido, e após o almoço o pessoal se espalhou pela chácara, minha irmã, Samantha e Renato foram se deitar para se recuperar da viagem. A tarde, alguns parentes foram embora pois tinham compromissos no outro dia. Mas mesmo assim ficou bastante gente na chácara. Lá pelas 18:00hs, minha irmã se levantou tomou um banho, Samantha e Renato fizeram o mesmo. Samantha colocou uma sainha de um tecido bem leve e balançava com os movimentos do seu andar não sei dizer com exatidão qual era o tecido mais era branquinha, não chegava a ser mini, mas era curta, dava um pouco acima das coxas, uma camisetinha azul daquelas que deixa o umbiguinho de fora. Samantha estava maravilhosa, um verdadeiro tesão, não tinha um macho ali que não babava pela gata, até meus tios já de idade dava um jeito de secar aquela bunda quando ela passava. O pessoal começou novamente no jogo de baralhos, uns jogava truco outros buraco, a criançada como sempre no Videokê. Um tio já se encarregou de cuidar da churrasqueira, minha esposa jogava buraco com minha irmã algumas primas e tias. Renato se atracava no truco com os homens. Como nunca gostei muito de baralho e o pessoal sabia disso, fiquei livre para ficar cuidando da Samantha, só esperando uma oportunidade para arrastar aquela gata até o pomar, pois ali na casa, minha chance de traçar aquela Deusa era zero. Sem ninguém perceber, peguei uma toalha de banho enorme que estava na janela nem sei de quem era, desci até os tanques ninguém me viu, subi até o pomar e deixei a toalha sob o pé de manga. Quando voltei vi Samantha próximo a casa pensativa encostada em uma árvore, me aproximei e percebendo que o pessoal não tinha visão de onde nós estávamos, abracei ela por trás encostando meu pau naquela bundinha com as mãos apertava seus peitos. Ela se assustou e tentou se esquivar eu segurei mais forte e disse nos seus ouvidos: Samantha, estou louco de tesão por você, e não agüento mais de vontade de chupar esses peitinhos e meter meu pau na sua bucetinha, você esta me deixando maluco. Ela disse você está louco! Me solta! O pessoal pode ver a gente, e tem mais, nunca vou trair meu marido! Pôxa Carlos, a tua mulher e o meu marido estão aqui, imagina se eles nos pegam! Antes de soltá-la desci minha mão pelas suas coxas e empalmei com vontade sua bucetinha, então percebi que estava sem calcinha, e sua bucetinha estufadinha encheu a palma da minha mão. Falei novamente nos seu ouvido, Samantha você sabe que estou louco por você e sinto que você também esta a fim, vou ficar um pouco com o pessoal, e daqui uns 10 minutos vou estar esperando você na piscina atrás do vestiário, e apontei o local. Ela retrucou que não ia, que isso era loucura. Virei as costa e saí em direção à casa. Passado um tempo, renovei o estoque de cervejas nas mesas, brinquei um pouco com as crianças, percebi que Samantha estava acabando de secar um copo de vinho ao lado do marido. Quando ela foi encher o copo novamente, discretamente disse baixinho sem que ninguém percebesse, estou descendo vou te aguardar no local que te indiquei, não me faça esperar muito. Saí e me encaminhei para a piscina pensando se ela viria mesmo. Pagaria qualquer preço para saber o que passava pela cabeça de Samantha. Fiquei uns 20 minutos esperando e quando já estava desistindo, vi Samantha disfarçadamente caminhando em minha direção, quase não acreditei, assim que ela chegou, sem dizer nada peguei em sua mão e a levei para o pomar. Entramos de baixo do pé de manga pois ali estávamos seguros as folhas nos protegia. Tasquei um beijo em sua boca e com as mãos apertava sua bundinha, ela retribuía alisando meu pau sobre a bermuda. Minhas mãos passeava pelo seu corpo sem ter endereço certo, encostei Samantha no tronco da mangueira, levantei sua camiseta e caí de boca naqueles seios lindos enquanto meus dedos explorava sua bucetinha já encharcada de tesão. Forrei o galho com a toalha que tinha deixado lá e a coloquei sentada de frente para casa. O galho da mangueira ficava mais ou menos 1m do chão, ajoelhei abri suas pernas e caí de boca naquela bucetinha cherosinha, lisinha, todinha depilada, sou tarado por uma bocetinha raspadinha. Da posição que ela estava dava para ver tudo que se passava na casa. Minha língua brincava no grelinho dela, ela se contorcia apoiando no galho de cima, Samantha gemia baixinho enquanto sugava com vontade aquela bucetinha. Após uns 15 minutos, senti seu corpo tremer anunciando seu primeiro gozo, senti seu mel na minha boca, ela me puxou pelos cabelos e me abraçou forte e disse vou tentar retribuir, mas você sabe que não podemos demorar aqui, para não levantar suspeitas. Ela se abaixou enquanto me encostava na mangueira tirou meu pau para fora beijou a cabeça e abocanhou com vontade. Fazia movimento circulares com a língua na cabeça e em seguida engolia tudo fazendo movimentos de vai e vem bem gostoso, uma verdadeira puta nunca imaginei que uma criatura daquela pudesse fazer um Homem ir a loucura daquele jeito, ora levantava meu pau com a mão e lambia meu saco e chupava ora uma bola ora outra e de vez em quando ficava passando a lígua entre meu saco e meu cuzinho tirando arrepio do meu corpo. Quando vi seu marido na varanda, olhando em nossa direção sem poder imaginar que naquela hora sua esposinha se afogava em meu cacete como uma louca, não agüentei e nem deu tempo de avisar e enchi a boca da Samantha de porra. Ela engoliu o que pode e deixou escapar um pouco no canto dos lábios. Antes de ela falar alguma coisa, beijei sua boca ajudando a limpar o restinho de porra que escorria da sua boquinha linda. Samantha se levantou, encostei a no tronco da mangueira e comecei a chupar seus peitinhos novamente. Ela segurava minha cabeça e com força ia me dirigindo ora num seio ora no outro, me abaixei e novamente meti a língua na sua bucetinha, Samantha se contorcia toda, eu me lambuzava todo esfregando minha cara naquela gruta, eu chupava com tanto tesão que parecia que ia virar Samantha pelo avesso através da boceta. Samantha gemia alto dizendo: não para... não para que eu vou gozar... Samantha pegou minha cabeça apertou contra sua boceta e novamente senti seu corpo tremendo em um gozo alucinante enquanto dizia aaaaiiii, como é bom, você sabe fazer uma mulher gozar. Meu pau a essa altura já estava a ponto de bala novamente. Samantha sentou no galho de frente para mim, abriu suas pernas me oferecendo aquela bucetinha já vermelha de tanto ser chupada. Encostei meu pau na entradinha e empurrei tudo de uma vez, ela suspirou fundo e pedia para ir mais rápido, ela me abraçou forte enquanto num vai e vem alucinado tentava dar o máximo de prazer para aquela Deusa. Já fazia uns 40 minutos que estávamos naquela fudeção. Ainda com meu pau atolado na sua boceta peguei a no colo pus a no chão novamente, estendi a toalha e pedi que ficasse de quatro no que ela atendeu prontamente, fiz questão de deixá-la numa posição que pudesse ver o que se passava na casa, salivei meu pau coloquei na entrada da sua bucetinha e enterrei tudo de uma vez, ela suspirou novamente e num movimento ritmado castigava sua bucetinha sem dó. Samantha rebolava lentamente curtindo cada centímetro do meu cacete invadindo sua boceta, seus gemidos suáveis me deixava com mais tesão. Enquanto fodia sua boceta em movimento cadenciado, salivava seu cuzinho e introduzia a ponta de um dedo no seu buraquinho, logo estava com dois dedos atolados naquele cuzinho, ela percebendo minha intenção, me disse: Antes de comer meu cuzinho me faça gozar no seu pau por favor. Ouvindo isso quase gozei nesse momento. Tirei meu pau para fora, apertei a cabeça por um instante tentando retardar meu gozo, e novamente atolei tudo naquela boceta. Na varanda da casa, novamente Renato conversava animadamente com meu irmão enquanto eu castigava a boceta da sua mulherzinha, não agüentei puxei Samantha pelos cabelos e disse: olha quem esta na varanda apontando para seu marido, enquanto socava na sua boceta falava para ela: Está gostando de levar vara na frente do seu maridinho? Heim? Será que o corninho sabe que sua esposinha está rebolando na vara de outro macho na sua cara? Samantha dizia: Mete com força, judia da minha bucetinha, estou adorando ser arrombada na frente do meu corninho, eu bombava cada vez mais forte, tentando fazer aquela gata gozar. Num certo momento Samantha jogou suas mãos para trás me puxou com força e quase gritando me dizia eu vou gozar, eu vou gozarrrrrrrrrr uuiiiiii, que tesão e desabou sobre a toalha, com espasmos pelo corpo todo, eu com o pau ainda cravado na sua boceta dei um tempo a ela e disse: Agora é minha vez, tirei meu pau da sua bucetinha, salivei novamente seu cuzinho, e encostei a cabeça naquele buraquinho, ela olhou para trás e disse: Carlos, vai com calma que não estou acostumada dar meu cuzinho, só duas vezes Renato me comeu aí, e senti muita dor, prometi a mim mesmo que nunca mais ia dar meu cuzinho, mais como você me deu tanto prazer hoje, não tenho como te negar. Laceei seu cuzinho novamente com os dedos, e quando ela estava bem relaxada, coloquei a cabeça do meu pau e fui forçando lentamente, conforme forçava ela ia para frente impedindo a entrada, mas com muita paciência consegui colocar a cabeça, ela deu um gemido alto dizendo que estava sentindo muita dor, novamente pedi calma e para ela relaxar, fiquei alguns segundo sem me mexer para que ela se acostumasse com o invasor e, novamente fui forçando aos poucos até que meu pau sumiu dentro daquele cuzinho, (não que o meu pau seja enorme pelo contrário, tenho 16x4,5cm, é que Samantha é realmente apertadinha no cuzinho). Quando Samantha estava mais relaxada, fui iniciando um movimento bem devagar, ela ajudava empurrando a bundinha de encontro ao meu pau, ela já não sentia tanta dor e colaborava rebolando lentamente sua bunda, tirava um pouco e atolava novamente, quando entrava tudo forçava sua bunda de encontro ao meu corpo e ela rebolava gostoso com o pau todo atolado no rabo. Aos poucos Samantha foi se soltando, num vai e vem mais rápido tirava gemido da Samantha, a essa altura castigava sem dó aquele cuzinho, Na varanda da casa, estava minha esposa, minhas tias, minha irmã, uns amigos da família, meu irmão e Renato que animadamente contava suas piadas, e o pessoal se desmanchavam em gargalhadas enquanto sua mulherzinha gemia no meu cacete com o cu todo arregaçado. Disse a ela: Esta gostando de levar vara no cuzinho vendo seu maridinho? Estou disse Samantha. Vendo minha esposa, e todo o pessoal, principalmente Renato, disse a Samantha estou quase gozando, não vou agüentar mais, ela disse: goza estou adorando levar sua vara no meu cuzinho, goza logo, bem no fundo, aumentei o ritmo, socava com toda força naquele cuzinho a batida dos nossos corpos dava para escutar de longe, seus cabelos se espalhavam pela sua costa a cada estocada, quando não deu mais para segurar segurei forte em sua cintura e puxei com força de encontro a meu corpo fazendo meu cacete sumir dentro daquele cuzinho, inundando de porra . Não sei se Samantha chegou a gozar pelo cu, ela me disse que sim, e que adorou dar para mim. Enquanto nós nos recuperávamos daquela foda, e o pessoal se dispersasse da varanda, ela me confidenciou que minha irmã tinha convencido ela a transar comigo, para tirar a dúvida se era ela ou Renato que tinha problema, pois Renato até esse momento tinha sido o único homem na vida dela. Disse que não tinha nada de errado com ela, o problema era dele. Ela olhou nos meus olhos e disse que amava seu marido, e mesmo ele sendo limitado em relação ao sexo, era com ele que queria passar o resto da sua vida. Disse também que não precisava me preocupar com ela, porque sempre que tivesse a fim de matar seu tesão já sabia o local e a quem procurar para apagar seu fogo, me abraçou forte e me beijou com ternura. Já estávamos mais de uma hora nesse rala e rola. Na varanda não tinha mais ninguém, o pessoal tinha voltado para o jogo, as crianças ainda se divertiam no Videokê. Nos recompomos tomando todo o cuidado para não deixar nenhum vestígio, Samantha vestiu sua camiseta, e eu já recomposto observava aquela gata de saia sem calcinha tentando com a toalha tirar qualquer vestígios de porra do seu cuzinho e da bucetinha, quando ela virou aquela bundinha para o meu lado novamente não agüentei e abocanhei aquela boceta toda gozada sugando todo e qualquer vestígio de porra que ainda tinha ficado naquela gruta, depois disso ela me disse que eu era louco e que ela adorou minhas loucuras. Fui com ela até a piscina, nos beijamos e ela subiu sozinha para a casa. Esperei um pouco e também subi, meio receoso se alguém tinha notado nossa ausência. O pessoal ainda se tramava no jogo. Meu irmão assim que me viu, falou pô cara, já que não joga pelo menos trás cerveja para nós, respirei aliviado quando minha esposa me disse: Amor, aproveita trás carne e refrigerante para as mulheres também, você não quer que eu abandone o jogo para servir o pessoal não é mesmo? E todas sorriram. Samantha estava ao lado da minha irmã com a maior cara de inocente, ninguém dizia que a poucos minuto ela gemia no meu cacete. A única que notou nossa ausência foi minha irmã que assim que me viu me deu um uma piscadinha e um sorriso cínico querendo dizer: E daí, gostou da minha amiguinha? No dia seguinte, fiquei com o coração partido vendo minha gata se despedindo para ir embora. Antes de sair minha irmã me disse: Acho que agora você tem um bom motivo para me fazer uma visita, olhou para a Samantha e as duas sorriram, Renato me disse: Vamos esperar você para uma visita em nossa casa em Brasília, Não vai faltar! Olhando para a Samantha disse: Com certeza vocês vão me ver muitas vezes por lá, e saíram acenando para o pessoal. Ainda não liguei para minha irmã, mas estou louco para saber da Samantha. Estou pensando seriamente em fazer uma visita para minha irmanzinha. Um abraço a todos e quem quiser fazer algum comentário


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario mestredosdsjs

mestredosdsjs Comentou em 13/09/2018

Delicia de conto!

foto perfil usuario dommagoesubsereia

dommagoesubsereia Comentou em 17/08/2018

Tem meu voto !! Gostei do conto cheio de detalhes legais.. sua irmã te ajudou legal em ..

foto perfil usuario lena47

lena47 Comentou em 23/01/2017

Delícia de conto,adorei,vou tentar ler alguns e votar também.

foto perfil usuario gersal607

gersal607 Comentou em 21/07/2016

Bem putinha sua irma do seu q eu gosto .votado

foto perfil usuario silveirasilva

silveirasilva Comentou em 09/03/2016

Mais um belo conto. Muito tesão comer a putinha vendo o corno sem saber de nada.

foto perfil usuario casalmelodiars

casalmelodiars Comentou em 27/12/2015

Adorei ...parabéns

foto perfil usuario forrestgump

forrestgump Comentou em 15/07/2015

Essa mangueira tem história.... delícia... eu passa o contato da Samantha aqui de Brasília pra mim... Votado

foto perfil usuario monteiro0503

monteiro0503 Comentou em 19/05/2015

Muito bom seu conto, será que sua irmã não tem uma amiga pra mim também, pode ser ela própria também.

foto perfil usuario gabrielb

gabrielb Comentou em 10/05/2015

Gozei muito, que conto maravilhoso, adoro mulher puta

foto perfil usuario clotilde

clotilde Comentou em 24/01/2015

Nossa que delicia de conto fiquei molhadinha

foto perfil usuario andersonsafadoo

andersonsafadoo Comentou em 24/11/2014

Gostoso demais!!!!

foto perfil usuario

Comentou em 25/04/2013

PARABÉNS MUITO BOM EXCELENTE E EXCITANTE TAMBÉM VOU CONTINUAR LENDO OS OUTROS CONTOS

foto perfil usuario marcospauzudo

marcospauzudo Comentou em 07/02/2013

Otimo conto, um tesao mesmo, mais um voto.

foto perfil usuario penélope

penélope Comentou em 04/02/2013

Pô... escondidinho, proibido... já é uma preliminar excitante, não acha?

foto perfil usuario abimael

abimael Comentou em 03/02/2013

adorei

foto perfil usuario aninha 37

aninha 37 Comentou em 21/01/2013

Li,alguns dos seus contos e esse foi o que eu mais curti, beijão.

foto perfil usuario jony17

jony17 Comentou em 18/01/2013

nossa que maravilha essa trepada no pomar, em baixo da mangueira sei lá que fruta era só sei que a buceta que vc chupou deu caldo, gostei muito.

foto perfil usuario xaianecwb

xaianecwb Comentou em 02/01/2013

Escondido é bom demais!!! A adrenalina de ser surpreendido é muito tesão!!!

foto perfil usuario advogato ldna

advogato ldna Comentou em 20/12/2012

Éxcelente conto !!!! Me deixou com pau duro só de imaginar a situaçao ... parabéns !!!

foto perfil usuario kbps

kbps Comentou em 26/11/2012

bom conto, nada melhor que uma transa escondida assim, aumenta o tesão em 100 %.

foto perfil usuario ordau

ordau Comentou em 16/11/2012

Irmã gente fina!!! :D Gostei do conto!




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


596 - ESPOSAS TROCADAS (Incesto, Prazer a quatro) - Categoria: Incesto - Votos: 647
601 - CAMILA, UMA GRATA SURPRESA - Categoria: Heterosexual - Votos: 123
611 - Flagrei minha esposa com meu irmão (continuação) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 132
612 - Flagrei minha esposa com meu irmão - Categoria: Incesto - Votos: 141
616 - NÃO ACREDITEI NO QUE VI - Categoria: Incesto - Votos: 182
617 - Já que o marido não quer - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 136
618 - Comi minha cunhadinha grávida - Categoria: Incesto - Votos: 99
621 - RAPIDINHA COM A CUNHADA COM O IRMAO NO BANHO - Categoria: Incesto - Votos: 111
10412 - AO SR. JOSÉ COM CARINHO (Eternas Recordações) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 51
10413 - ARMADILHAS DO DESTINO - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 25
10414 - O IMPORTANTE É GOZAR E SER FELIZ (Ninguém é de nin - Categoria: Traição/Corno - Votos: 39
10416 - QUEM AMA TRAI? (Um doce engano) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 44
10597 - Flagrei meu cunhadinho se masturbando - Categoria: Masturbação - Votos: 126
13853 - Dando o troco no Maridão(Uma história Incestuosa) - Categoria: Incesto - Votos: 120
15519 - Eu, meu marido e o Sr. José. (Eternas Recordações) - Categoria: Heterosexual - Votos: 143
32529 - Descobrindo o Prazer com o Sr. Augusto ( Final ) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 116
32531 - Descobrindo o prazer com o Sr. Augusto. ( parte 3) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 94
32532 - Descobrindo o prazer com o Sr. Augusto. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 146
32554 - Descobrindo o prazer com o Sr. Augusto. ( Parte 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 93
35394 - Obsessão por papai final - Categoria: Incesto - Votos: 147
35395 - Obsessão por papai parte 2 - Categoria: Incesto - Votos: 113
35396 - Obsessão por papai - Categoria: Incesto - Votos: 173
38267 - NA BARRACA COM O MARIDO BÊBADO E DOIS AMIGOS - Categoria: Traição/Corno - Votos: 303
45880 - Minha comadre linda e gostosa dando o troco no mar - Categoria: Traição/Corno - Votos: 69
47042 - Dividindo a esposa novinha com um Sr de idade - Categoria: Traição/Corno - Votos: 108
47348 - Casadinha dando no pomar vendo o marido jogar fute - Categoria: Traição/Corno - Votos: 159
56311 - Comendo a comadre bêbada enquanto todos dormiam. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 51
56471 - A jovem esposa mal amada e o hóspede adolescente - Categoria: Traição/Corno - Votos: 74
56944 - SE MEU MARIDO SOUBESSE!!! Verídico) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 118
57947 - ESPOSAS TROCADAS II (Prazer a quatro, a viagem) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 33
59012 - EU, MINHA ESPOSA E UM CASAL AMIGO NO CÂMPING - Categoria: Traição/Corno - Votos: 71
59926 - ENQUANTO NOSSOS PAIS TRABALHAVAM!!! - Categoria: Incesto - Votos: 94
60539 - Meu marido não sabe que fui mulher do meu pai - Categoria: Incesto - Votos: 82
61030 - Eu meu marido e o Sr, José(Eternas recordaçãoes) 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 44
62439 - Como era apertada a bucetinha da minha cunhada! - Categoria: Heterosexual - Votos: 47
63006 - Perdi minha virgindade com um pau enorme - Categoria: Heterosexual - Votos: 54
63408 - FUI CHANTAGEADA PELO PATRÃO DO MEU MARIDO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 74
65180 - O CANALHA ALÉM DE TIRAR A CAMISINHA GOZOU DENTRO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 134
65807 - QUANDO O DESEJO FOI MAIOR QUE A RAZÃO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 57
67010 - O TIO DO MEU MARIDO ME COMEU E AINDA GOZOU DENTRO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 121
67284 - DESVIRGINANDO A SOBRINHA NO ANIVERSARIO DE 18 ANOS - Categoria: Incesto - Votos: 60
72275 - FINGIU QUE DORMIA SÓ PARA ME DAR O CUZINHO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 57
74652 - SOBRINHA "DORMINHOCA" um conto veridico de incesto - Categoria: Incesto - Votos: 83
76246 - Mesmo Grávida dei para o filho do meu compadre. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 92
81876 - O safado me comeu com meu marido dormindo ao lado - Categoria: Traição/Corno - Votos: 133
82961 - MINHA PRIMEIRA NAMORADA DAVA O CU PARA SEU IRMÃO - Categoria: Incesto - Votos: 38
83110 - APAIXONEI-ME PELO PAU DO MEU SOGRO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 60
85584 - A bucetinha da Carol, minha sobrinha recém-casada - Categoria: Traição/Corno - Votos: 62
90327 - UMA VIRGEM. 4 IRMÃOS E UM TIO TARADO (verídico) - Categoria: Incesto - Votos: 90
95218 - O safado do meu sogro gozou dentro do meu cuzinho enquanto meu marido cortava a grama - Categoria: Traição/Corno - Votos: 140
103147 - ENQUANTO NOSSOS PAIS VIAJAVAM (Verídico) - Categoria: Incesto - Votos: 92
110065 - Nunca consegui dar meu cuzinho para seu Antonio - Categoria: Traição/Corno - Votos: 74
112350 - Papai gozou dentro da minha bucetinha enquanto meu marido bêbado dormia no mesmo quarto (Verídico) - Categoria: Incesto - Votos: 140
123926 - Meu marido nem imagina que cheguei a chorar com o pau do seu Carlos dentro do meu cuzinho (Verídico) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 149
124870 - O Sublime Prazer de Ser Deflorada Por Papai - Categoria: Incesto - Votos: 50
126462 - Sou baixinha, nasci com uma buceta enorme e só gosto de dar para quem tem pau grande. - Categoria: Incesto - Votos: 40
126922 - O Marido jogando truco, e sua esposa gemendo no meu pau do outro lado do muro (A vingança de Luci)2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 42
126933 - O Marido jogando truco, e sua esposa gemendo no meu pau do outro lado do muro (A vingança de Luci) 1 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 54

Ficha do conto

Foto Perfil aventura.ctba
aventuractba

Nome do conto:
COMO DESCOBRI UMA VERDADEIRA PUTA

Codigo do conto:
10411

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
20/09/2010

Quant.de Votos:
52

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


contos gays tio e sobrinhoconto erotico homem faninto porno gay em quadrinho piratasfodida pelo meu tio em contos com imagensconto gay irmaos gemendo no pirocao do irmao c fotocontos eroticos eu minha filha rabuda e meu sogromeu genro contosporno cunhada bebadafui comida feito uma vadia vacabunda e chingada de puta com o sograo contosContos de incestos recentes em 2017conto tirando o atraso da sogracontos eroticos rasgando a buceta da meninaConto eroticoesposas c.travestoentiadacontoeroticovirgens assustadas contoscontos erotioca gay meu pai me comeuconto erótico minha mulher dano para um estranho no cinemabulinei gostosa no onibus lotado contoconto porno meu marido e eu minha filha e o mendigoMEDICO TARADO.EM.EXAME NA XOXOTAConto meti meu pau de.28cm. No cu da maninhaContos de gozadas nas calcinhas das sograstrai meu marido dando meu cu por dinheiro contos pornocontos erroticos de incertos filha amante pai 2017contos eróticos de gay comi meu colega de trabalho5 داستان سکس لیمونادconchinha dormir corno contomulheres com pau grande e grosso na punheita23cm de cachorradacorno do genro contosperdi as preguinhas do cu quando era pequenano carnaval conto eróticolesbicas esfregando peitinho na bucetaQuadrinho porno a minininha safadaConto eroticos papakuquadrinhos eroticos a cu invocante 1perdi as preguinhas do cu quando era pequenaContos eroticos com fotos de podolatria com a medicaenovinha cavala cavalgando no vibrado xvidiosconto.erotico comi uma mulher toda tatuadaconto de zoofilia com chiaauaxvideopirocudos na punhetacontos eroticos filha brechado pai dotadocamioneiro e carreteiro travestishistoria com o'peão pauzudocontos/fiquei com a cona toda ardidsabajun pornoCONTO EROTICO NO ASSALTO A CASAConto ui ui mete ui ui filhocontos travesti dividindo um apê em toronto canadaa picada hentaucache:96w4Biafn4wJ:mozto.ru/fogoma nataxa fudedoconto pornô estrupo a minha vóEu e minha mae gorda conto eroticodei pro meu pai contos eroticosContos eroticos fui fudida pelo meu sogrocontos erodicos vi meu marido cumeno minha filhanovinha ficou mevoza poke gozou detrovídeo pornô meu marido não me satisfaz teste de fidelidadecontos erotico tia mae e filho casetudo comedor pausudoa so de sungagaymozpornobrusa folgada da gostosaa vovo bundudaabraco conto heteroContos eroticos gay dei sonifero pro primocontos e fotos de negrinhas estrupadas pornoCell hentai gayMulheres que traem marido de itapipoca cecontodebucetudinhacontos eróticos grátis de traição licaContos erótico d novinha a conduzir cm um vestido mostrando a sua calcinhafodi o cu da minha ex com farinha contos eroticosconto erotico castigado meu irmaocontos fotos old man pornconto erótico , cornocontos eroticos amiga rabudaquero+ler+história+de+mãe+e+pai+transando+com+o+filhominha namorada me traio com meu tioTesao de muler gostosas bucetudas